Primeira-dama americana visita Grande Muralha da China

Chegada de Michelle Obama à Pequim provocou um alerta de segurança

dom, 23/03/2014 - 15:32
WANG ZHAO Michelle e as filhas, Malia (c) e Sasha, visitam a Grande Muralha WANG ZHAO

A primeira-dama americana, Michelle Obama, visitou neste domingo (23) a Grande Muralha da China, depois que sua chegada à embaixada dos Estados Unidos em Pequim provocou um alerta de segurança. Acompanhada das filhas, Malia e Sasha, Michelle percorreu um dos trechos mais populares da muralha, dentro de uma visita de uma semana à China.

Antes, sua chegada à embaixada em Pequim provocou um alerta de segurança, quando duas pessoas que estavam fora do prédio começaram a gritar e policiais investiram contra as mesmas. A primeira-dama, que também viaja acompanhada da mãe, chegou à capital chinesa na noite de quinta-feira (20). Ela jogou tênis de mesa com estudantes e visitou a Cidade Proibida com a colega chinesa, Peng Liyuan.

Ontem, Michelle se aventurou no terreno político, com um discurso no Centro Stanford da Universidade de Pequim, onde defendeu uma política de liberdades, ainda que sem mencionar a China. "Acreditamos que nos expressar livremente e professar a religião que escolhemos, bem como ter acesso aberto à informação, são direitos universais, inerentes a qualquer pessoa deste mundo", disse Michelle a 200 estudantes, entre eles americanos.

COMENTÁRIOS dos leitores