Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Nada de propostas para Pernambuco, apenas projetos pessoais nestas eleições 2018

Aldo Vilelaqua, 23/05/2018 - 09:19

 

Parece brincadeira, mas não é, estamos à beira de mais uma eleição geral e aqui em Pernambuco nada muda, os candidatos são os mesmos, as famílias são as mesmas, e os nomes se revezam sem nenhuma nova proposta para o estado, ninguém quer saber de discutir Pernambuco, cada dia está mais claro que cada um quer apenas discutir e garantir os seus mandatos para poder seguir nadando num mar de privilégio que a política nacional proporciona. As discussões são as mesmas, cada um candidato que bata no outro para se defender, mesmo sabendo que todos têm telhado de vidro. Este ano teremos a eleição do acusar do bater e do defender interesses próprios. Caro leitor, faça um exercício de pensamento, busque na memória, anos e anos se passam e os políticos aqui apenas se revezam, são os mesmos, que entraram pobres na política e hoje esbanjam patrimônios invejáveis e claro não querem como diz o popular ditado “ largar o osso”. Que falta de sorte temos aqui em Pernambuco e no Brasil. Aos poucos os nomes estão sendo colocados, chegamos a uma eleição com velhos políticos, cansados e que não estão mais em sintonia com o século 21. Perde o Estado perdemos todos.

Oposição aumenta ritmo de pancada no governo Paulo Câmara

Na tentativa de mostrar à população uma realidade que não condiz com a situação que vive Pernambuco, o Governo Paulo Câmara aumentou em três anos o valor destinado à publicidade. Os gastos saíram de R$49 milhões em 2015, para R$66 mi em 2017, o que representa um aumento de 35,80%.

Através do líder a critica

Segundo o líder da Oposição, Silvio Costa Filho (PRB), os gastos excessivos com a publicidade por parte do Governo do Estado, só comprovam a falta de compromisso com os pernambucanos e uma realidade diferente da que vivem os pernambucanos. “Enquanto faltam insumos básicos nos hospitais, dinheiro para os programas e investimentos em áreas sociais, o governo prefere gastar milhões em publicidade para vender uma imagem de que está tudo bem”, comparou.

Mais dados

Outro dado que chama atenção é que existe um elevado valor pago até o fim do mês de abril deste ano (R$18.594.144,55), sendo a maioria (R$16.533.726,49), referentes a restos a pagar do exercício de 2017. Além disso, na peça orçamentária anual de 2018, o governo deve destinar mais R$65.934.000, ou seja, deixa de destinar recursos para áreas importantes, como a educação, saúde e segurança pública e utiliza em publicidade. 

 

Sem dar sossego

“Na peça publicitária, o governo afirma que contratou novos policiais e reforçou o número de viaturas, mas esconde a quantidade de profissionais que saíram da corporação. Além disso, afirma ter o maior parque eólico do Brasil, quando na verdade é o Estado do Rio Grande do Norte o maior produtor de energia eólica do País, sendo Pernambuco o sexto lugar. A população não pode ser mais enganada com tantas inverdades”, pontua Silvio.   

Milhões jogados fora

Além de gastar milhões com a publicidade nos últimos três anos, o governador Paulo Câmara destinou também recursos para a Arena Pernambuco, gastou com cargos comissionados e consultoria. Enquanto isso, o que se vê é que o governador deve chegar ao final do seu mandato com menos de 30% do programa de governo cumprido. O Projeto de Navegabilidade do Rio Capibaribe continua parado, o corredor do VLT da Avenida Norte nunca saiu do papel, a promessa da tarifa única ainda não foi cumprida, de dobrar o salário dos professores, o Plano de Cargos e Carreiras, além das 20 unidades do Compaz prometidas e não foram entregues, entre outras promessas.

Briga na justiça 

 

A Oposição está analisando as medidas cabíveis para provocar o Ministério Público Eleitoral para que este analise os gastos com a publicidade assinada Governo do Estado, tendo em vista que muitas delas não são verdadeiras. “A propaganda institucional apresentada não condiz com a realidade da vida das pessoas. É preciso cobrar por respostas”, finaliza Silvio. 

 

Gestor de Igarassu participa da Marcha dos Prefeitos

Mario Ricardo participa em Brasília junto com prefeitos de todo o país, da 21ª Marcha em Defesa dos Municípios. O evento já recebeu os presidenciáveis e debateu as prioridades dos governos locais e as mudanças estruturais. O prefeito de Igarassu coordenou a temática do Pacto Global de Prefeitos para o Clima e a Água, nesta mesa também participou a consultora da União Europeia, Lise Pate com a palestra Projeto Pacto Global para o Clima e Energia. Durante evento, Mario Ricardo participou ainda da assinatura do termo de compromisso com o Brasil promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Vereador Rinaldo Júnior critica gestão Geraldo Julio

O impacto da falta de saneamento ambiental na saúde e na qualidade de vida da população recifense foi o centro da discussão da audiência pública realizada na manhã desta terça-feira (22), na Câmara Municipal do Recife. O debate foi uma iniciativa do vereador Rinaldo Junior (PRB), líder da bancada da oposição da Casa Legislativa. Além da sociedade civil, debateram o tema: Guilherme Tavares, gerente geral de Saneamento e Obras, representando a Prefeitura do Recife; José Barbosa, presidente do Sindicato dos Urbanitários; André Monteiro, pesquisador da Fiocruz Ageu Magalhães; Cristina Sette, Professora da UPE, pós-graduada em Saúde Pública e Medicina do Trabalho; e Paulo Rubem Santiago, professor da UFPE e ex-deputado federal.

Críticas

O vereador Rinaldo Junior destacou a importância do debate. “É um tema que alguns governantes não dão a devida importância, mas que deveria ser tratado como prioridade. Pesquisamos no Portal da Transparência da Prefeitura do Recife e constatamos que foram orçados R$ 254 milhões, mas apenas R$ 41 milhões foram executados. E mais, estudos apontam que a cada R$ 1 investido em saneamento economiza-se R$ 7 no SUS, e essa declaração foi feita pelo próprio prefeito Geraldo Julio no ano passado. Ele sabe que o Recife ocupa a 75º colocação no ranking do saneamento das 100 maiores cidades do país”, frisou Rinaldo.

Ineficiência de gestão

Ainda em sua fala na audiência o parlamentar completou: “Fico estarrecido, porém preocupado, com a situação das famílias que vivem no Recife, sem saneamento e expostas a doenças. Oferecer saneamento adequado é proporcionar dignidade e qualidade de vida para as pessoas, e é disso que elas precisam. E essa audiência pública pretende apontar soluções. Vamos formular um documento e entregar nas mãos do prefeito e à sociedade”, garantiu Rinaldo Junior.

Aprovado parecer do senador facilita aumento de recursos na merenda escolar

Os pequenos municípios, principalmente, poderão ampliar os recursos em merenda escolar e na aquisição de uniformes dos alunos com a aprovação, nesta terça-feira (22), de parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto de lei que inclui as despesas com os dois itens nos gastos obrigatórios em educação. Votado na Comissão de Assuntos Econômicos, o projeto segue ao exame da Comissão de Educação. “A grande maioria das prefeituras de Pernambuco será beneficiada”, assinalou Armando.

Como será?

Armando explica que, como é compulsória para estados e municípios, por dispositivo constitucional, a aplicação mínima em educação de 25% do orçamento, e os gastos com merenda e uniformes estão fora dessa obrigatoriedade, as prefeituras mais carentes de recursos têm dificuldades em atender satisfatoriamente as duas necessidades.

"Por que o transporte escolar é considerado despesa com educação, mas a merenda escolar, não é?”, indaga o parecer do senador pernambucano ao projeto de lei de autoria do conterrâneo Fernando Bezerra Coelho (MDB). 

Justificativa  

Armando justifica seu parecer argumentando haver total correlação entre nutrição e desempenho escolar. “O mínimo de bom-senso é suficiente para concluir que estudantes melhor alimentados conseguem aprender mais e melhor, um efeito particularmente forte nos municípios mais carentes”, enfatiza. A inclusão dos uniformes como gasto em educação, por sua vez, completa ele, libera as famílias mais pobres para adquirir outros bens e serviços que ajudarão no aprendizado dos filhos.

Gastos mais coerentes

Segundo o senador petebista, a computação dos dois itens como gasto obrigatório com educação trará maior eficiência e maior flexibilidade orçamentária às prefeituras e governadores. ‘É importante para prefeitos e governadores saberem exatamente o que é e o que não é despesa com educação, para que possam executar seus orçamentos respeitando a Constituição e demais normas legais”, ressalta o parecer de Armando Monteiro. 

 


Quando pensamos que vimos tudo neste país, eis que nada está tão ruim que não possa piorar

Aldo Vilelater, 22/05/2018 - 09:17

Meus caros leitores e leitoras, cá estou eu aqui de novo repassando minha indignação sobre a esculhambação em que se encontra este país. Eis que as investigações internas da Caixa Econômica Federal apontam que o atual ministro da Saúde, Gilberto Occhi, liberou, quando gestor do banco, recursos que foram usados na compra de casa lotérica vendida por seu filho e seu enteado em Alagoas. Acreditem sim pois o dinheiro da Caixa, segundo a investigação, foi transferido a uma prefeitura local e, em seguida, por meio da triangulação com um fornecedor, destinado à conta de uma das lotéricas negociadas. O valor do depósito foi de R$ 200 mil. Gustavo Occhi, filho do ministro, e Diogo Andrade dos Santos, filho da mulher dele, conseguiram concessões para explorar três casas no estado em 2011.  A investigação mostra que na ocasião, Occhi era superintendente nacional de Gestão da Caixa no Nordeste. As três lotéricas obtidas em 2011 — em Atalaia, Coqueiro Seco e Satuba — foram vendidas pelos parentes de Occhi em janeiro de 2013.  Na mesma época, as contas das empresas receberam R$ 513 mil, referentes às transações. Um dos depósitos, de R$ 200 mil, foi feito em 3 de janeiro daquele ano por uma prestadora de serviços da Prefeitura de Atalaia. No rastro das investigações, seis dias antes, a fornecedora havia recebido do município um cheque de R$ 376.268,32, assinado pelo prefeito, Francisco Luiz de Albuquerque (MDB), o Chico Vigário, e o filho dele, o então secretário de Finanças Francisco Luiz de Albuquerque Júnior. Era o último dia útil de mandato do prefeito, que se despediria da gestão com a virada do ano — ele foi eleito novamente em 2016 e ainda governa o município. O repasse só foi possível porque, na véspera da emissão do cheque, a Caixa havia transferido R$ 800 mil para a conta da prefeitura. Os recursos eram referentes à primeira parcela da venda da folha de pagamentos dos servidores de Atalaia para o banco. Como perguntar nunca ofende, este país tem jeito?

Regras para adoção

Pais adotivos, pessoas que desejam ter filhos por meio da adoção e gente ligada ao tema participam nesta sexta-feira (25.05) do I Seminário sobre Adoção de Crianças e Adolescentes da Cidade do Paulista. Com o tema: Entrega Responsável de Crianças para Adoção, a programação é gratuita e acontecerá, das 13 às 17h30, no auditório do bloco C da Faculdade Joaquim Nabuco, na área central do Paulista.  

Palestras

O evento contará com palestras do juiz da Vara da Infância e Juventude do município, Ricardo Sá Leitão; do psicólogo e coordenador do Programa Acolher do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Paulo Teixeira; e da psicóloga clínica e vice-presidente do Grupo de Apoio à Adoção do Paulista (GAAP), Emilene Freire. Haverá ainda a divulgação do CD infantil Ser feliz é o que interessa.

Armando se engaja no movimento em apoio à integração das PEs 630 e 615

Em reunião com integrantes da Comissão pelas Estradas de Integração do Araripe, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) assumiu o compromisso de engajar-se na luta para pavimentar as rodovias PE-615 e PE-630, que cortam municípios das regiões do Araripe e do São Francisco. O apoio do petebista foi externado nesta segunda-feira (21), na presença do prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, dos deputados estaduais Odacy Amorim (PT), Socorro Pimentel (PTB) e Roberta Arraes (PSB), vereadores de municípios das regiões do Araripe e São Francisco, além de representantes do movimento, como Ronaldo Lacerda e Rosalvo Antônio. Uma das medidas que Armando adotará é articular a bancada federal pernambucana (deputados e senadores) para apoiar a iniciativa.

Importância do tema

De acordo com Armando, é importante envolver toda a bancada pernambucana e verificar formas para financiamento das obras. A integração das PEs 615 e 630 é uma reivindicação antiga e o empreendimento vai ampliar o desenvolvimento socioeconômico da região. As obras contribuirão para ampliar as atividades dos polos gesseiro, eólico e de minério, além de facilitar o tráfego e escoamento da produção para as diversas regiões do estado e do País.

Desenvolvimento do Estado

“Vou me integrar totalmente a esse movimento e quero dizer que da nossa parte faremos a articulação de toda a bancada federal em defesa desse projeto, que é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico da região, que tem como vocação as atividades do polo gesseiro e eólico. Tenho certeza de que a bancada não faltará a essa convocação”, garantiu Armando Monteiro.

Obras

A PE-630 interliga seis municípios (Petrolina, Afrânio, Dormentes, Santa Filomena, Ouricuri e Trindade) e tem extensão de mais de 110 quilômetros, passando por Trindade, Santa Filomena até chegar a Dormentes. Essa rodovia precisa de um trabalho de pavimentação asfáltica em toda sua extensão. Já a PE-615, o esforço é concluir a pavimentação de 25 quilômetros, no trecho entre os distritos de Nascente (Araripina) e Socorro (Santa Filomena).

Desafio AD Diper já tem vencedor

A Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) anunciou, nesta segunda-feira (21), a empresa júnior campeã da primeira edição do Desafio AD Diper. Com a sugestão para área têxtil, a empresa júnior Citi, do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, foi a selecionada e, por isso, receberá o valor de R$ 5 mil e um capítulo exclusivo no livro da Agência sobre os Arranjos Produtivos Locais (APL).

Vencedor

O desafio, que foi realizado em parceria com a Federação de Empresas Juniores de Pernambuco (Fejepe), teve como intuito buscar jovens que pudessem encontrar soluções práticas e inovadoras para os APL’s. O foco dos projetos deveria ser um dos sete arranjos: mel, leite, frutivinicultura, psicultura, caprinovinocultura, confecções e gesso.

MPPE investe em tecnologia para desbaratar crime organizado

Listas de contatos, conversas pelo WhatsApp, informações das redes sociais e de e-mails, fotos e vídeos, senhas, arquivos sediados nas nuvens e dados de localização, além de buscas e sites visitados. Nada escapa ao novo sistema de mapeamento de dados do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Intitulado Ufed Touch, ele foi desenvolvido pela empresa israelense Cellebrite e permite a extração de dados de qualquer sistema operacional, inclusive aqueles que já foram deletados. Com ele, os investigadores fazem uma verdadeira limpa nos aparelhos, mesmo os bloqueados por senha ou criptografados.

Combatendo o crime

“O combate ao crime organizado é assunto de primeira ordem no Ministério Público de Pernambuco. Temos investido constantemente no desenvolvimento e na aquisição de soluções que permitam analisar dados de forma massiva. Com esse novo software, será possível confrontar informações forenses com mais rapidez e qualidade, além da possibilidade de fazer cruzamento, com um processamento de dados que não poderia ser feito pelo homem, ou que duraria muito mais tempo caso fosse realizado manualmente”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros. Com a nova aplicação, é possível o MPPE identificar e comprovar situações como a de um álibi forjado ou atuações coordenadas com finalidades criminosas.

Sistema

O sistema permite a extração de dados ocultos dos celulares, aqueles que foram deletados, bem como os dispositivos que executam APPs como o Jelly Bean OS, desvios de código PIN, bloqueios e senhas de qualquer sistema operacional. “Essa tecnologia já é utilizada em diversas forças policiais e de investigação no Brasil e no mundo. Toda a utilização só é realizada de forma segura, com a preservação dos dados e devidas autorizações jurídicas”, reforça Barros. Após a extração dos dados, o investigador consegue fazer buscas por palavra-chave, pelas características de uma foto, o posicionamento num mapa e até mesmo comparações entre diferentes aparelhos apreendidos.

Tecnologia

O software é utilizado no Brasil há vários anos, principalmente pelo Ministério Público Federal (MPF) e também pela Polícia Federal. “Queremos trazer ainda mais agilidade na apuração, na confrontação de informações e na geração de provas. Por meio das extrações é possível fazer uma análise completa de tudo que foi encontrado no aparelho e com uma série de filtros podemos cruzar as informações com outras aplicações”, disse o promotor de Justiça e integrante do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do MPPE (Gaeco), Frederico Magalhães.

A serviço de todos

Em uma análise de vários suspeitos de um crime, por exemplo, é possível encontrar contatos que eles têm em comum, apontar quando falaram entre si e, por meio da informação do GPS, identificar quando eles estiveram no mesmo local. “O sistema tem alta capacidade resolutiva. Podemos identificar e catalogar um conjunto, por exemplo, de palavras e expressões suspeitas. Podemos, também, traçar as rotas que um determinado sujeito fez, detectando todos os rastros virtuais deixados”, reforçou Magalhães.

Combate ao crime

Além do Ufed Touch, o MPPE já faz uso do UpLexis, uma aplicação que utiliza algoritmos e técnicas de Big Data, Cloud Computing e Machine Learning na captura, classificação, armazenamento e apresentação de informações. Esse cruzamento de informação é realizado com diversos bancos de dados de entidades públicas e privadas, sendo possível identificar vínculos de informações.

Dia da Mulher Advogada é comemorado em Pernambuco

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) promove, amanhã quarta-feira (23), às 18h, no auditório Sérgio Guerra (anexo 2), sessão solene em homenagem ao Dia Estadual da Valorização da Mulher Advogada. A data, comemorada dia 20 de maio, foi incluída ano passado no Calendário Oficial de Eventos e Datas Comemorativas do Estado, e promulgada pela Lei nº 16.287, de 8 de janeiro de 2018, da deputada estadual Simone Santana, que ocupa a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alepe.

Crescem no Brasil ações trabalhistas e saques ao FGTS após demissão em acordo 

Advogados trabalhistas explicam os reflexos da Reforma Trabalhista de acordo com dados do TST e MTE. Passado um semestre da Reforma Trabalhista, dados oficiais do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostram os reflexos da nova legislação no Brasil.

Processos

O número de processos trabalhistas vem aumentando no Brasil desde janeiro de 2018. De acordo com números do Tribunal Superior do Trabalhos (TST) foram abertos 84, 2 mil novos casos em janeiro, 118,2 mil em fevereiro e 147,2 mil em março deste ano. Um reflexo da retomada da segurança jurídica passado o impacto da Reforma Trabalhista, diante do ambiente de dificuldade de interpretação e aplicação das novas regras.


Todos continuam calados em um silêncio absoluto parecendo mais conivência com essa situação desesperadora do país

Aldo Vilelasex, 18/05/2018 - 10:02

Então vamos aos registros recentes em prazos curtos de menos de dez dias. A Petrobras promoveu o aumento de 0,95% para o preço do diesel e elevou em 1,80% o preço de gasolina comercializados nas refinarias. Segundo a empresa, o preço do diesel A nas refinarias passará de R$ 2,3082, hoje, para R$ 2,3302 o que significa uma alta de 0,95%. Já o preço da gasolina A nas refinarias passará de R$ 2,0046 para R$ 2,0407 o litro, no mesmo período, o que representa um aumento de 1,80%. Anote isso pois este é o 4º reajuste já anunciado nesta semana. Na véspera, a companhia elevou em 1,82% o preço da gasolina, e subiu 1,76% o preço do diesel, nas refinarias. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo. Nesta quinta, o barril de petróleo Brent superou US$ 80 pela 1ª vez desde novembro de 2014. Em março, a petrolífera mudou sua forma de informar os reajustes, e passou a anunciar os preços do litro da gasolina e do diesel vendidos pela companhia nas refinarias - e não mais os percentuais. Registremos também que a Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente. A decisão de repassar o aumento do valor do combustível cobrado pela Petrobras para o consumidor final é dos postos de combustível. Afora isso, alta na tarifa de energia elétrica, e todos os serviços básicos para a população. O que mais impacta é que a sociedade está inerte, calada, e parece ser conivente em tudo de ruim que está acontecendo neste país.

Números preocupantes

A taxa de subutilização da força de trabalho, que inclui os desempregados, pessoas que gostariam de trabalhar mais e aqueles que desistiram de buscar emprego, bateu recorde no primeiro trimestre, chegando a 24,7%, informou hoje o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Alarmante

Ao todo, são 27,7 milhões de pessoas nessas condições – maior contingente desde o início da série histórica, em 2012. Destes, 13,7 milhões procuraram emprego, mas não encontraram. O restante são subocupados por insuficiência de horas trabalhadas, pessoas que gostariam de trabalhar mas não procuraram emprego ou não estavam disponíveis para trabalhar.

Números

No trimestre, a taxa de desemprego foi de 13,1%, crescimento de 1,3 ponto percentual ante o trimestre anterior, frustrando expectativas de recuperação sustentável do mercado de trabalho.

Foro privilegiado

Membro da Comissão Especial da Câmara que discute o foro privilegiado, o deputado Tadeu Alencar (PSB) apresentou requerimento para que sejam ouvidos representantes da sociedade civil cuja atuação não seja apenas restrita à área jurídica. Ele indicou a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a ONG Transparência Brasil para que sejam convidadas a participarem das audiências sobre o tema.

Projeto de Divisão de pobreza passa na Câmara dos deputados

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (16), por 337 votos a 36 e 2 abstenções, o regime de urgência para o Projeto de Lei Complementar (PLP) 137/15, que regulamenta a criação de municípios no Brasil.

Votação

A votação do mérito ficará para outro dia devido ao esvaziamento do quórum. Para ser aprovado, um texto de projeto de lei complementar precisa do apoio de 257 deputados.

Urgência

O requerimento de urgência foi apresentado pela deputada Marinha Raupp (PMDB-RO). A urgência foi votada no painel a pedido do líder do Psol, deputado Chico Alencar (RJ). Ele disse que a medida foi incluída em pauta sem a devida análise do Colégio de Líderes. “Não podemos vender ilusões de que mais de 400 municípios novos possam resolver os problemas reais de falta de recursos, de falta de saneamento”, disse.

Finanças públicas

A aprovação da urgência, no entanto, teve grande apoio dos parlamentares. Alguns deputados chegaram a pedir que a votação do mérito fosse realizada nesta quarta-feira, mas não houve consenso. Para o deputado Edmar Arruda (PSD-PR), alguns dos municípios criados não teriam autonomia financeira. “Precisamos enxugar o estado”, disse.

Outra fala

Já o deputado Weverton Rocha (PDT-MA) disse que não haverá novos custos a partir do projeto. "Esta nova regra não onera a União, ela é dura, ela é rígida, não vai haver farra de criação de municípios. Há plebiscito para os dois lados – o que vai deixar de ter o distrito e a população que vai criar o novo município – além de estudos", afirmou.


Mesmo preso, Lula dispara na corrida presidencial

Aldo Vilelater, 15/05/2018 - 11:02

A Pesquisa realizada pelo instituto MDA para a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril em Curitiba, segue liderando a preferência da maioria dos eleitores brasileiros. Foram vários os cenários colocados na pesquisa abaixo vamos destrinchar. Na modalidade estimulada, Lula 32,4%, Jair Bolsonaro 16,7%, Marina Silva 7,6%, Ciro Gomes 5,4%, Geraldo Alckmin 4,0%, Álvaro Dias 2,5%, Fernando Collor 0,9%, Michel Temer 0,9%, Guilherme Boulos 0,5%, Manuela D´Ávila 0,5%, João Amoêdo 0,4%, Flávio Rocha 0,4%, Henrique Meirelles 0,3%, Rodrigo Maia 0,2%, Paulo Rabello de Castro 0,1%, Branco/Nulo 18,0%, Indecisos 8,7%. Sem Lula, o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) manteve a liderança nos. Em comparação com o levantamento de dois meses atrás, Bolsonaro oscilou para baixo, dentro da margem de erro, e aparece com 18,3%. Ele é seguido pela ex-senadora Marina Silva (Rede) e pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que registraram, respectivamente, 11,2% e 9,0% das intenções de voto. Quase no limite da margem, de 2,2% para mais ou para menos, aparece o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano caiu mais de três pontos em relação ao levantamento de março – eram 8,6%, agora são 5,3%.

Nota

A Pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas das cinco regiões do país.

Cenários

Em vários cenários colocados os números mudam muito em se tratando da presença ou não de lula no páreo.

Cenário com Lula, Temer e Meirelles

• Lula (PT) –32,4%

• Jair Bolsonaro (PSL) – 16,7%

• Marina Silva (Rede) – 7,6%

• Ciro Gomes (PDT) – 5,4%

• Geraldo Alckmin (PSDB) – 4,0%

• Alvaro Dias (Podemos) – 2,5%

• Fernando Collor (PTC) – 0,9%

• Michel Temer (MDB) – 0,9%

• Guilherme Boulos (Psol) – 0,5%

• Manuela D´Ávila (PCdoB) – 0,5%

• João Amoedo (Novo) – 0,4%

• Flávio Rocha (PRB) – 0,4%

• Henrique Meirelles (MDB) – 0,3%

• Rodrigo Maia (DEM) – 0,2%

• Paulo Rabello de Castro (PSC) – 0,1%

• Branco/Nulo – 18,0%

• Indeciso – 8,7%

Cenário sem Lula, Barbosa e Temer

• Jair Bolsonaro (PSL) – 18,3%

• Marina Silva (Rede) – 11,2%

• Ciro Gomes (PDT) – 9,0%

• Geraldo Alckmin (PSDB) – 5,3%

• Alvaro Dias (Podemos) – 3,0%

• Fernando Haddad (PT) – 2,3%

• Fernando Collor (PTC) – 1,4%

• Manuela D´Ávila (PCdoB) – 0,9%

• Guilherme Boulos (Psol) – 0,6%

• João Amoêdo (Novo) – 0,6%

• Henrique Meirelles (MDB) – 0,5%

• Flávio Rocha (PRB) – 0,4%

• Rodrigo Maia (DEM) – 0,4%

• Paulo Rabello de Castro (PSC) – 0,1%

• Branco/Nulo – 29,6%

• Indecisos – 16,1%

Cenário reduzido com Alckmin

• Jair Bolsonaro (PSL) – 19,7%

• Marina Silva (Rede) – 15,1%

• Ciro Gomes (PDT) – 11,1%

• Geraldo Alckmin (PSDB) – 8,1%

• Fernando Haddad (PT) – 3,8%

• Branco/Nulo – 30,1%

• Indeciso – 12,1%

Cenário reduzido com Meirelles

• Jair Bolsonaro (PSL) – 20,7%

• Marina Silva (Rede) – 16,4%

• Ciro Gomes (PDT) – 12,0%

• Fernando Haddad (PT) – 4,4%

• Henrique Meirelles (MDB) - 1,4%

• Branco/Nulo – 31,7%

• Indeciso – 13,4%

Explicando

No cenário de primeiro turno com Lula, o instituto colocou dois candidatos do mesmo partido, no caso o presidente Michel Temer (MDB) e o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB). A lei eleitoral, porém, não permite que um partido lance dois candidatos diferentes para disputar cargos no Executivo.

Mais perguntas

Questionado sobre o fato, o presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Clésio Andrade, disse inicialmente que poderia ter sido "um erro" na pesquisa. Em seguida, declarou que o objetivo era fazer o menor número de cenários possíveis para que o levantamento não ficasse tão complicado.

Dados da pesquisa

O levantamento elencou ainda cinco candidatos para testar dois outros cenários reduzidos de primeiro turno. Nos dois cenários aparecem: Bolsonaro, Marina, Ciro e Haddad. A diferença entre eles é que um traz o ex-governador de São Paulo Alckmin e outro, o Meirelles. Jair Bolsonaro lidera um deles e fica empatado tecnicamente com Marina Silva no outro.

Tá ruim viu!

A popularidade do presidente Michel Temer pouco se alterou nos últimos meses, segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira, que mostrou que a avaliação negativa do governo foi a 71,2%, ante 73,3% em maio. A pesquisa do instituto MDA para a Confederação Nacional do Transporte (CNT) apontou que a avaliação positiva se manteve em 4,3%. A margem de erro da sondagem é de 2,2 pontos percentuais.

De ladeira abaixo

Ainda de acordo com o levantamento, a fatia dos que desaprovam o desempenho pessoal do presidente é de 82,5% –era de 83,6% em março–, enquanto os que aprovam somam 9,7%, em comparação a 10,3%.

Justo

A Primeira Câmara do TCE, em processos que tiveram como relatora a conselheira Teresa Duere, emitiu parecer prévio recomendando à Câmara Municipal de Custódia a rejeição das contas de Governo do ex-prefeito Luiz Carlos Gaudêncio, e julgou irregular as contas de Gestão.

Como esse país vai dar certo um dia

Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas referente ao último quadrimestre de 2017 constatou que 141 das 184 prefeituras pernambucanas (76%) excederam o limite de 54% da receita corrente líquida, com despesas de pessoal, contrariando à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Estudo

De acordo com o estudo, em 29 municípios (15%) esse tipo de despesa esteve entre o limite alerta e o limite prudencial (faixa entre 48,60% e 54% da receita). Em outros 12 municípios (6%) o percentual de despesas com pessoal se manteve abaixo do índice permitido. Duas cidades não publicaram o seu Relatório de Gestão Fiscal.

Base de dados

O trabalho, realizado pela Coordenadoria de Controle Externo, baseou-se nos dados extraídos dos Relatórios de Gestão Fiscal do terceiro quadrimestre de 2017, disponíveis no Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (SICONFI) do Ministério da Fazenda.

Prisão justa

Pesquisa CNT/MDA, divulgada hoje, mostra a maioria dos entrevistados (51%) considerou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como "justa", enquanto 38,6% consideraram a detenção do ex-presidente como injusta. Para 49,9% dos entrevistados, Lula não conseguirá disputa as eleições presidenciais deste ano. Esse porcentual é maior do que o dos que acreditam que, mesmo preso, o petista conseguirá participar do pleito de outubro, de 40,8%.


Brasil, uma chuva de pesquisas eleitorais

Aldo Vilelaseg, 14/05/2018 - 10:03

Em meio a tanta gente querendo ser presidente do Brasil, nada mais natural que uma onda de pesquisas chegue todo dia aos nossos ouvidos. Na mais recente o deputado Jair Bolsonaro é o pré-candidato à Presidência da República que mais se destacou no levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas sobre intenção de votos dos eleitores fluminenses. Foram vários os questionamentos colocados na pesquisa. No cenário em que os ouvidos na pesquisa tinham também como opção o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o parlamentar do PSL alcançou 25,1% da preferência, enquanto o petista ficou em segundo lugar, com 21,5% — um empate técnico, levando em consideração a margem de erro de 2,5% para os resultados gerais. Ao todo, foram ouvidos 1.850 eleitores em 44 municípios do Estado do Rio, divididos em grupos por sexo, faixa etária a partir de 16 anos, grau de escolaridade e nível econômico. As entrevistas aconteceram entre os dias 4 e 9 de maio deste ano, período em que o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa ainda não havia decidido se participaria ou não do pleito em outubro, aparecendo, por isso, nos vários cenários expostos pelo instituto.  

Qual o motivo?

Pré-candidato a presidente pelo PSL, o deputado Jair Bolsonaro (RJ) faltou a todos os debates promovidos até aqui por entidades de classe e veículos de comunicação.

Resposta

Os mais próximos dizem que ele teme em precipitar desgaste de imagem ao ser comparado com adversários. Assessores do presidenciável dizem que ele prefere comparecer apenas a entrevistas. Estratégia será reavaliada com a aproximação das eleições.

Ciro quer o PSB

Enquanto as tratativas para uma aliança do PDT e PSB em torno do nome do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) para a sucessão presidencial avançam, os pedetistas iniciaram uma articulação para atrair também para a chapa, o PCdoB, que lançou como pré-candidata a deputada estadual Manuela D’Ávila (RS).

Motivos de sobra

Segundo melhor colocado nas pesquisas de intenção de votos entre os partidos de oposição ao governo de Michel Temer, a estratégia de Ciro é sair na dianteira na formação de uma frente que pretende reunir as legendas de esquerda ou pelo menos parte delas já no 1º turno. 

Sem dinheiro

A falta de pagamento aos músicos e agremiações, além da inconsistência na prestação de contas do carnaval de 2018, serão temas da audiência pública, nesta segunda-feira (14/5), promovida pela Câmara Municipal de Olinda.

Justificando

No dia 24 de abril passado, a Câmara Municipal de Olinda devolveu, por inconsistência nas informações, a prestação das contas referentes ao Carnaval de 2018, enviada pela Secretaria de Turismo. O ofício de devolução, encaminhado ao prefeito Lupércio Carlos do Nascimento, foi aprovado por unanimidade por estar “incompleto quanto a descrição e detalhamento das despesas conforme apresenta a Lei 5927/2015”, a conhecida Lei do Carnaval.

Documento

“O documento de prestação de contas do Carnaval tem um total 16 páginas e em 14 páginas apenas relaciona itens de despesas, sem descriminar valores, apenas o total de R$ 8.075.345,00, trata-se uma peça inconsistente e incompleta”, disse o vereador Jorge Federal, presidente da Câmara de Olinda. 

Determinação

“A Lei do Carnaval no seu artigo 50 determina que as receitas e despesas sejam apresentadas de forma detalhada, inclusive citando as despesas ainda pendentes de pagamento e isto não aconteceu, isso compromete uma avaliação correta”, completou a vereadora Graça Fonseca, integrante da Comissão de Legislação, Justiça e Redação.

Rejeitadas

As despesas e receitas do Carnaval de 2017, também rejeitadas pela Câmara de Olinda, estão sendo alvo de uma Tomada de Contas Especial pelo TCE.

A política continua suja no país

Vejam vocês caros leitores, durante entrevista concedida à Rádio Cultura, em Caruaru, nesta sexta-feira passada, o deputado estadual Tony Gel (MDB) recebeu a recebeu a visita inesperada do ex-prefeito José Queiroz (PDT). Adversários históricos na capital do Agreste as duas lideranças políticas vivem um novo momento; ambos são aliados ao governador Paulo Câmara.

Honraria

Tony Gel disse ter ficado “muito honrado” pela visita e teceu elogios ao governo Queiroz. “Ninguém é prefeito quatro vezes de uma cidade da importância de Caruaru por acaso”, defendeu. O parlamentar aproveitou a ocasião para fazer uma análise sobre as divergências que teve com o ex-prefeito em momentos anteriores.

Amigos

O deputado ainda falou sobre as arestas de outrora: “Se nós formos fazer uma análise sobre algumas coisas do passado, nós temos até que pedir desculpas. Tanto eu quanto Queiroz, em dados momentos, quando nos exaltamos, quando falamos determinadas coisas que não levam a nada. A idade da maturidade leva a isso”, relatou.

Ao menos uma boa notícia

Mesmo a economia dando sinais de melhora, em função da recuperação, os empresários pernambucanos estão menos otimistas. É o que revela os dados da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), sobre o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do mês de abril. Segundo a pesquisa, o ICEI caiu 0,6 ponto entre março e abril de 2018, ficando estável em relação ao mês anterior.

Estudo

Com a queda pelo segundo mês consecutivo, o ICEI do Estado alcançou 55,1 pontos. Apesar da baixa, a confiança do empresário pernambucano não apresenta grandes variações com relação a sua tendência histórica. Além disso, por estar acima dos 50,0 pontos, continua a indicar otimismo. O ICEI encontra-se 1,8 ponto acima do registrado em abril de 2017.  

Menor expectativa

A queda do ICEI pernambucano deve-se principalmente às expectativas menos otimistas. O índice de Expectativas caiu 2,9 pontos na comparação com março de 2018 e atingiu 56,7 pontos no estado. O índice é 0,2 ponto superior ao registrado em abril de 2017. Os subcomponentes desse índice que mensuram as expectativas com relação à economia brasileira, ao estado e à empresa também apresentaram bom desempenho este mês com relação ao mês anterior e ao mesmo período de 2017. 

Comparando

O índice de Condições Atuais registrou um amento de 3,2 pontos em relação ao mês anterior e marcou 51,8 pontos em Pernambuco. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, o índice apresentou melhora de 6,0 pontos. Os subcomponentes desse índice que avaliam as condições atuais com relação à economia brasileira (52,9), à empresa (52,0) e ao estado (50,3) aumentaram com relação ao mês anterior, ultrapassando a linha dos 50 pontos, indicando que o empresário percebe melhora das condições correntes de Pernambuco.


Vamos voltar aos tempos do candeeiro e da lenha

sex, 11/05/2018 - 08:02

Pelo visto continuamos  mesmo sem evoluir neste país, estamos vivendo dias difíceis na política, o país formado por político bandido em sua grande maioria, está complicado mesmo. Não obstante esses dramas a população está ficando emparedada com tanto reajuste em tarifas de luz, água e transporte público. O deputado Danilo Cabral (PSB/PE) recorreu contra a decisão da justiça que autorizou o aumento de 8,41% na conta de luz, proposto pela Companhia Energética de Pernambuco (CELPE). Danilo  no último dia 25, quando foi anunciado o reajuste, entrou com uma ação judicial contra a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), solicitando que houvesse apenas a reposição da inflação de 2017, que foi de 3%. Na ocasião, o juiz Frederico José Pinto de Oliveira, da 3ª Vara da Justiça de Pernambuco, acatou liminarmente a ação, suspendeu o aumento e deu prazo de 10 dias para que a Celpe e a Aneel apresentassem suas contrarrazões. A notificação sobre a decisão da justiça chegou para o deputado. No documento, foi alegado que o reajuste percentual menor do que o previsto no contrato afetaria a “garantia de melhor funcionamento possível do sistema, visto que as regras tarifárias não são corretamente aplicadas”. E agora por meio de um embargo de declaração, Danilo Cabral busca novamente a redução desse reajuste de 8,41%, que prejudica diretamente a população. “Vamos continuar lutando contra esse aumento abusivo. Dessa maneira o Estado na concepção maior vai apertando a sua nação, pelo visto vamos ter que voltar ao tempo do candeeiro a gás pra iluminar as noites tristes do Brasil.

Cada dia mais complicado

Por 5 a 0, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu negar o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para reverter a sua prisão. O julgamento, no plenário virtual, começou na última sexta-feira (4) e foi concluído ontem com o voto do ministro Celso de Mello.

Votos

Participaram da votação eletrônica os cinco ministros da Segunda Turma do STF, colegiado composto pelo relator do caso, ministro Edson Fachin, e os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

Tudo junto mas sem Ciro Gomes

O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro usou sua conta Twitter para pregar a união dos partidos de esquerda. Segundo ele, é preciso que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a deputada Manuela D'Ávila (PCdoB) e o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos (PSOL).

E Ciro?

Todos posicionados como pré-candidatos à Presidência da República, precisam deixar de lado possíveis diferenças e unirem forças visando as eleições de outubro. Nesta linha, porém, o pré-candidato do PDT, o ex-governador Ciro Gomes, ficou de fora, ao menos na avaliação de Tarso.

Olinda e o trânsito

A Secretaria de Transportes e Trânsito da Prefeitura de Olinda assumiu compromisso, durante Audiência Pública promovida pela Câmara Municipal de Olinda, de resolver, no prazo de até 30 dias, problemas de moradores e comerciantes que se encontram impedidos do acesso ao estacionamento de veículos por conta das mudanças no trânsito no entorno do Patteo Olinda Shopping.

Resolução

O secretário Jonas Ribeiro, de Transportes e Trânsito, prometeu resolver as questões mais urgentes em 15 dias e de apresentar até o dia 11 de junho, quando haverá nova Audiência Pública, respostas às solicitações de liberação de áreas de estacionamento feitas pelos moradores e comerciantes.

Muito otimismo

O ex-ministro de Temer Henrique Meireles foi aconselhado por emedebistas a tocar sua pré-campanha como se fosse o titular. Meireles já começou a Reforçar o time de comunicação, abriu um QG em São Paulo e deve iniciar na próxima semana nova ofensiva nas redes sociais. Meireles tem hoje 1% de intenção de votos.

Dinheiro pra Abreu e Lima

O governador Paulo Câmara anunciou a realização de ações que reforçam a educação e a infraestrutura da cidade de Abreu e Lima. Durante visita ao município da Região Metropolitana, o gestor anunciou um conjunto de ações que somam R$ 4,5 milhões, contribuindo também para fomentar a economia local. 


Sejamos otimistas, mas sinceramente, este país tem jeito?

Aldo Vilelaqui, 10/05/2018 - 12:55

Impressiona o quanto a cada dia os políticos ladrões estão descarados, todos os dias , toda hora, todo minuto temos alguma ação da Polícia Federal, prendo, investigando, fazendo busca e apreensão, mas parece que nada está acontecendo. Então vamos a mais um caso absurdo mas que no Brasil virou praxe e parece estar tudo certo, o prefeito Artur Parada Prócida (PSDB), de Mongaguá, no litoral de São Paulo, foi preso em flagrante pela Polícia Federal nesta quarta-feira (9) com mais de R$ 4,6 milhões e U$ 217 mil guardados em casa, isso mesmo que os senhores e senhoras acabaram de ler . A casa do nobre prefeito foi alvo de um dos mandados de busca e apreensão da operação Prato Feito, que visa apurar desvios de verbas da União para a educação. Sem conseguir justificar a procedência do valor, o prefeito foi, então, detido e conduzido à Superintendência da Polícia Federal, na capital paulista, para onde se destinaram todas as equipes envolvidas na operação. Ao sair da residência e entrar em uma viatura descaracterizada, Prócida tentou esconder o rosto para não ser fotografado, nem filmado. Em depoimento à delegada Melissa Maximino Pastor, que coordenou a operação, o chefe do Executivo de Mongaguá não soube informar a origem legal da quantia que, ao todo, supera os R$ 5,3 milhões. Por essa razão, segundo a assessoria do órgão, ele deverá ser indiciado por lavagem de dinheiro e permanece preso na carceragem do prédio. Então vehamos, como este país um dia vai ser um lugar descente? Como controlar mais de 5 mil prefeitos em todo o país, como controlar os milhares de vereadores do Brasil, os deputados federais, estaduais etc...As coisas acontecem e eles os políticos ladrões não tem jeito, eles continuam agindo, roubando , tirando o dinheiro do leite das crianças, tirando o direito das crianças de estudarem, e a pergunta de sempre, até onde isso vai?  Sabe quando isso vai mudar? Nunca, absolutamente nunca, está na raiz, está no dna do brasileiro, e infelizmente uma minoria que domina o Brasil é corrupta.

O problema do Brasil é o brasileiro

Após a formação de uma fila quilométrica, os eleitores que tentaram garantir uma ficha, hoje, último dia para atualizar o título eleitoral, decidiram realizar um protesto no Recife, fecharam, com galhos de árvores, a Avenida Sul, em frente ao Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, na área Central da capital pernambucana. Como essas pessoas se acham no direito de fazer isso. Os prazos foram divulgados amplamente , mas como sempre todos deixam tudo para a última hora.

Provocações  de Silvio Costa

No dia em que o senador Humberto Costa (PT) defendeu aliança com PSB na tribuna do Senado, o deputado federal Silvio Costa (Avante) levou a vereadora Marília Arraes (PT) para o plenário da Câmara Federal para sair em defesa da sua candidatura.

Bateu forte

Silvio  pediu a palavra na Câmara para chamar de "desleal" a tentativa de tirar seu projeto majoritário do páreo em Pernambuco. "Estou aqui com a vereadora Marília Arraes, candidata a governadora de Pernambuco pelo PT, neta de Miguel Arraes, está muito bem posicionada nas pesquisas e o PSB de Pernambuco junto com o PT de Pernambuco, de forma desleal, quer agredir a democracia e retirar a candidatura da vereadora Marília Arraes", criticou, ao lado de Marília.

Presidente sim, vice não

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles reforçou que mantém sua intenção em ser candidato a presidente da República pelo MDB e não considera a hipótese de ser vice em uma chapa encabeçada por outro presidenciável.

Lula continua preso

Quatro dos cinco ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) já votaram para negar o recurso que poderia garantir a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os votos

O primeiro voto nesse sentido foi dado pelo relator, ministro Edson Fachin. Depois foi a vez de Dias Toffoli. Os dois últimos votos foram dados nesta quarta-feira pelos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. Ainda falta se manifestar Celso de Mello. Como esse último voto não farão diferença no resultado do julgamento, Lula deverá continuar na prisão.

Confiança do empresário pernambucano se mantém estável em abril

Mesmo a economia dando sinais de melhora, em função da recuperação, os empresários pernambucanos estão menos otimistas. É o que revela os dados da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), sobre o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do mês de abril. Segundo a pesquisa, o ICEI caiu 0,6 ponto entre março e abril de 2018, ficando estável em relação ao mês anterior.

Queda em sequência

Com a queda pelo segundo mês consecutivo, o ICEI do Estado alcançou 55,1 pontos. Apesar da baixa, a confiança do empresário pernambucano não apresenta grandes variações com relação a sua tendência histórica. Além disso, por estar acima dos 50,0 pontos, continua a indicar otimismo. O ICEI encontra-se 1,8 ponto acima do registrado em abril de 2017.

Números

A queda do ICEI pernambucano deve-se principalmente às expectativas menos otimistas. O índice de Expectativas caiu 2,9 pontos na comparação com março de 2018 e atingiu 56,7 pontos no estado. O índice é 0,2 ponto superior ao registrado em abril de 2017. Os subcomponentes desse índice que mensuram as expectativas com relação à economia brasileira, ao estado e à empresa também apresentaram bom desempenho este mês com relação ao mês anterior e ao mesmo período de 20


O foguete Joaquim Barbosa que não decolou

Aldo Vilelaqua, 09/05/2018 - 10:06

Durou muito pouco aquilo que muita gente achava que iria acontecer a disputa da presidência do Brasil pelo ex-ministro Joaquim Barbosa que por sinal já desistiu do pleito e disparou que, “este pleito não irá mudar o Brasil”.  O ex-ministro disse em alto e bom tom: "Não acredito que esta eleição mude o país. O Brasil tem problemas estruturais gravíssimos, sociológicos, históricos, culturais, econômicos".  Essa fala de Barbosa foi concedida em entrevista ao jornal Valor Econômico. Barbosa disse temer que a escolha do novo mandatário brasileiro aprofunde as desigualdades sociais. "Meu temor é que os grupos que são indiferentes a isso vão se unir para dominar esse processo eleitoral. Se uniriam contra mim, não tenho dúvidas." Ainda em grande entrevista ao jornal o ex-presidente do Supremo afirmou que não vê "glamour na vida de quem tem poder" e que não morre de amores pelo poder. "Tudo aquilo que leva os políticos a conquistar o poder, nunca me atraiu."  Justificando sobre a vida política, Barbosa disse que se filiou ao PSB há um mês, no prazo para quem deseja concorrer a um cargo, porque até então ainda tinhas dúvidas sobre seguir ou não a carreira política. Lamentou que o sistema eleitora do país não permite candidaturas avulsas.

E agora?

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados fez reunião ontem depois de ter sido surpreendida, pela desistência de Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, de concorrer à Presidência da República. Todos do partido ficaram feito barata tonta sem saber o que fazer.

Chamado

O líder Julio Delgado (MG) convocou os deputados para discutir a situação eleitoral do partido. O foco do PSB é eleger governadores – a sigla planeja disputar em 10 Estados – e ampliar sua bancada federal, de deputados e senadores.

Sem plano alternativo

O líder do PSB na Câmara, deputado Julio Delgado (MG), disse que o PSB “não tem um plano B” na eleição presidencial após o ex-ministro Joaquim Barbosa desistir da disputa. “Acho muito difícil (outra candidatura própria). O PSB não tem plano B. A eleição perdeu seu grande nome”, disse o parlamentar. Mais uma vez o PSB passa por uma eleição presidencial sem colocar um nome na disputa.

Aqui em Pernambuco a oposição denuncia que o Governo Paulo Câmara corta R$ 60 milhões de programas sociais, denuncia Silvio Costa Filho

O governo Paulo Câmara cortou, nos últimos três anos, R$ 60 milhões do orçamento dos programas sociais do Estado, incluindo ações como o Chapéu de Palha, Mãe Coruja e Ganhe o Mundo, saindo de um orçamento de R$ 200 milhões em 2014 para R$ 140 milhões no ano passado. 

O que diz o porta voz?

De acordo com o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), os números mostram a inversão de prioridades do Governo do Estado. “Enquanto cortou R$ 60 milhões nas ações sociais nos últimos três anos, o Estado gastou mais de R$ 120 milhões com a Arena Pernambuco no mesmo período e mais de R$ 50 milhões com publicidade”, compara o parlamentar.

Dados disponibilizados

A maior queda, segundo dados disponíveis no Portal da Transparência, se deu no Chapéu de Palha, programa criado pelo ex-governador Miguel Arraes em 1988 para combater os efeitos do desemprego entre os trabalhadores no setor canavieiro. O programa teve seu orçamento reduzido em mais de R$ 30 milhões, saindo de um desembolso anual de R$ 83,7 milhões em 2014 para R$ 51,87 milhões em 2017, prejudicando muitas famílias que dependem do programa.

Redução no dinheiro

Já o Mãe Coruja, teve os investimentos reduzidos a um-terço de seu orçamento de três anos antes, com queda de R$ 9,79 milhões pagos para R$ 3,77 milhões. Também não escaparam dos cortes o Ganhe Mundo, que teve os investimentos reduzidos de R$ 58,99 milhões para R$ 32,90 milhões, e o programa Atitude, que teve os desembolsos reduzidos de R$ 25 milhões para R$ 17,72 milhões.

Outro baque

O programa Atitude, que deveria ter seu orçamento ampliado como forma de ampliar a prevenção à violência, teve os investimentos reduzidos nos últimos três anos. Isso acarreta, automaticamente, no aumento da criminalidade porque não existe um trabalho amplo de prevenção da maneira que deveria ser feito.

O líder da oposição solta o verbo

“Se fosse cumprir a Lei Orçamentária Anual de 2017, deveriam ter sido disponibilizados mais de R$40 milhões para o programa, mas infelizmente foram apenas R$17 milhões. Entendo que governar é elencar prioridades, mas não é isso que o governador Paulo Câmara está fazendo. É mais importante fazer investimentos nas áreas sociais do que gastos com consultoria, então é fundamental cuidar das pessoas”, questiona Silvio.

Geddel vieira continua preso

Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter na cadeia o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso desde setembro do ano passado no presídio da Papuda, em Brasília.

Votaram pela manutenção da prisão:

Edson Fachin; Dias Toffoli; Ricardo Lewandowski; Gilmar Mendes; Celso de Mello.  Mais cedo, durante a sessão, Geddel, o irmão e deputado federal Lúcio Vieira Lima, a mãe Marluce Vieira Lima e outros dois acusados se tornaram réus por lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Rejeição

Os ministros do Supremo rejeitaram, contudo, a denúncia contra Gustavo Ferraz, ex-diretor da Defesa Civil de Salvador. Pouco antes de os ministros acolherem a denúncia, a Segunda Turma decidiu manter o caso no Supremo.

Escândalo

O deputado federal Danilo Cabral (PSB/PE) criticou a tentativa de aumento do salário do Presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Junior, hoje, durante a reunião da Comissão que discute o Projeto de Lei 9463/18, sobre a Privatização da empresa e de suas subsidiárias. Durante entrevista em meu programa de rádio na CBN Recife 105,7 ele já havia se manifestado sobre o tema.

Imoral

Para o socialista, “isso é uma imoralidade. Se o governo está pregando o equilíbrio fiscal, não pode permitir uma conduta como essa. Em um governo sério, o presidente da Eletrobrás já estaria demitido”. Danilo também agradeceu a presença do Ministro da Fazenda, mas cobrou a presença do Ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

Mais um Pernambucano na Lava Jato

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu tornar o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) réu pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele passará a responder uma ação penal no âmbito da Operação Lava Jato.

Mais um

Eduardo da Fonte é o sexto deputado a virar réu na Lava Jato no STF – há ainda mais cinco senadores réus. O deputado do Progressistas foi acusado de receber R$ 300 mil da construtora UTC para beneficiar a empresa com um contrato na Petrobras. O caso teria ocorrido entre 2009 e 2010, durante seu mandato anterior como deputado federal.


Senador Fernando Bezerra Coelho agora nas mãos do juiz Sérgio Moro

por ter, 08/05/2018 - 13:12

Começou o tira teima pra muitos políticos enroscados na justiça e que estavam até agora vivendo no privilégio do foro privilegiado, então vamos adiante, o ministro Fachin do Supremo Tribunal Federal, determinou nesta segunda-feira (7) o envio do inquérito com denúncia contra senador Fernando Bezerra  do (MDB-PE) para o juiz federal Sérgio Moro. Vamos destacar que este é o primeiro inquérito da Lava Jato envolvendo político com foro a ser remetido para a primeira instância da Justiça.  Sendo assim o senador Fernando Bezerra poderá recorrer contra a decisão à Segunda Turma do STF, mas já começa a ter uma dorzinha de cabeça pois a partir do momento de  determinar o envio do inquérito, Fachin atendeu a um pedido da procuradora  Raquel Dodge, que apontou a necessidade de o caso ser analisado em Curitiba em razão da relação com desvios na Petrobras.

A procuradora geral não poupou criticas e disse que :"Os crimes causaram danos diretos ao patrimônio e à credibilidade da Petrobras, inclusive mediante contratos superfaturados referentes à Refinaria do Nordeste ou Refinaria Abreu e Lima", afirmou a procuradora em parecer.

Analisando o pedido o ministro , Fachin aplicou o novo entendimento do Supremo, segundo o qual somente permanecerão na Corte somente os casos de crimes que foram feitos no mandato  e em função do cargo. Agora o senador corre para barrar a denúncia e não ir parar nas mãos do juiz Sérgio Moro. Vamos aguardar como a segunda turma vai receber o pedido de não ida do caso para Curitiba.

 Curso de empreendedorismo para mulheres é iniciado em Petrolina

As mulheres de Petrolina ganharam uma boa oportunidade de obter conhecimento sobre empreendedorismo. É que começou nesta segunda-feira (07), a primeira turma de um curso especifico formada através de uma parceria entre a prefeitura e a Prospere Consultoria Júnior.

 Aula

 Durante a aula inaugural as participantes, moradoras de várias regiões da cidade, tiveram seu primeiro contato com a equipe responsável por ministrar o curso. Na oportunidade, as alunas falaram sobre suas expectativas com relação ao curso e ao futuro profissional. O primeiro tema escolhido para estudo foi Fluxo de Caixa, onde foi abordada a importância do instrumento de gestão financeira para o bom funcionamento de uma empresa.

 Ricardo Coutinho na berlinda

Numa outra decisão do ministro Salomão do STJ, de baixar à primeira instância processo do governador Ricardo Coutinho (PSB-PB) não encerrou o impasse que existe na corte sobre a restrição do foro especial e foi vista com cautela no MPF.

A intervenção do nada

 Prestes a completar três meses, a intervenção federal no Rio se Janeiro não produziu o  efeito desejado pelo Planalto, que era criar na população ao menos uma percepção de maior segurança com a presença do Exército nas ruas.

 Continua tudo dominado

 Nem o Exército – talvez acertadamente – foi tanto assim para as ruas, e nem o crime organizado e tráfico se inibiram. Improvisada e sem planejamento, a operação está longe de ser aquela “grande jogada” idealizada pelos marqueteiros do governo.

Propinão de Temer

Laudo da Polícia Federal, obtido pela Folha, indica que o advogado José Yunes, amigo do presidente Michel Temer, recebeu em duas vezes um milhão de reais.O segundo repasse, de acordo com análise dos investigadores, só teria ocorrido mediante pressões sobre a empreiteira e até a ameaça de um escândalo em Brasília. 

 Detalhando

O laudo foi elaborado a partir de novos arquivos entregues pela Odebrecht à Lava Jato, com registros dos sistemas Drousys e My Web Day, usados para gerir o pagamento de propinas a políticos. 

 Raquel Lyra cobra de Paulo Câmara

 A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, participou de reunião, na sede da AMUPE, com a bancada federal pernambucana e prefeitos do estado. A prefeita aproveitou para levantar a pauta das dívidas do estado com a Capital do Agreste. “Estamos numa situação que tem que ser, urgentemente, normalizada com o Governo do Estado. Em Caruaru, em débitos na saúde pública, somamos o SAMU, os remédios à atenção básica e o incentivo à atenção básica e, além disso, juntando com o FEM, nós temos mais de 16 milhões em débitos “

 Marina aqui

Marina Silva já tem data marcada para voltar ao Estado. A ex-ministra fará o lançamento da pré-candidatura ao Senado de Pastor Jairinho, no próximo dia 31. O evento também contará, possivelmente, com a presença do senador pela REDE do Amapá, Randolfe Rodrigues.

 Temer  mais enrolado

 O policial militar Abel de Queiroz disse ter ido ao menos duas vezes "com absoluta certeza" ao escritório do advogado José Yunes, amigo do presidente Michel Temer, para fazer entrega de dinheiro a ele entre 2013 e 2015, segundo depoimento sigiloso dele prestado à Polícia Federal e obtido pela Reuters.

Todos os amigos próximos  envolvidos

Ele falou na condição de testemunha do inquérito que investiga se houve crime numa contribuição de 10 milhões de reais para o então PMDB, que teria sido formalizada em um jantar no Palácio do Jaburu, com a presença de Temer, do empresário Marcelo Odebrecht e dos hoje ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia) em 2014.


Um mês passou e Lula continua preso, mas fazendo política

Aldo Vilelaseg, 07/05/2018 - 09:52

Hoje segunda-feira (7) de maio completamos um mês desde que o ex presidente Lula foi preso isso após ser condenado a 12 anos e um mês de prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tão falado tríplex de Guarujá (SP). Nestes trinta das o petista está, desde então, na sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR), recebendo visitas e tendo outros pedidos vez por outra negados. Nos últimos 30 dias, muitos governadores, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) e a ex-presidente Dilma tentaram visitá-lo, mas sem conseguirem êxito na jornada. Vale ressaltar que os primeiros a conseguir foram o ex-governador petista da Bahia Jaques Wagner a senadora Gleisse que preside a legenda em todo Brasil. O ex presidente Lula, que se mantem até hoje em primeiro lugar em todas as pesquisas de intenções de votos no Brasil para as eleições de outubro. Lula vem mesmo preso fazendo política e respaldado pelos números dos institutos, ele tem também enviado vários recados que são sempre lidos pela presidente do partido. Resta saber o que de fato vai acontecer em outubro próximo. Quem será o próximo presidente do Brasil? Quem souber também pode apostar na mega-sena que vai levar o prêmio.

Este país está uma maravilha

Pré-candidato ao Senado, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, o ilustre deputado Angelo Coronel (PSD), recebeu cerca de 500 pessoas para uma celebração de seu aniversário dentro do órgão, sim isso mesmo que os leitores estão lendo, dentro da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia na última quinta-feira (3). 

O pior

No dia seguinte, na sexta (4), um texto sobre a comemoração estampava uma página inteira do Diário Oficial do Legislativo do estado. E o título dizia simplesmente assim: “Emoção e alegria marcam aniversário do presidente”. O deputado, em frente ao seu bolo de três andares, debaixo de uma chuva de papel picado fazia a festa que teve foto divulgada e tudo, pasmem dentro da assembleia legislativa dos Baianos.

Campanha pelas Mídias Sociais

A AJA Media Solutions, que tem gerenciamento dos jornalistas Maria Luiza Abbott e Marcelo Stoppa, passa a fazer um ranking semanal da visibilidade e relevância dos pré-candidatos à presidência nas redes sociais.

Manuela avançando

A pré-candidata Manuela D’Avila (PC do B) passou de 4º para 2º, e sua diferença em relação a Bolsonaro é de menos de 3%, segundo análise semanal conduzida pela AJA Solutions. Já o ex-presidente Lula (PT), na prisão há quase um mês, caiu de 1º para 3º, e Marina Silva (Rede), de 2º para 8º. 

Bolsonaro

Jair Bolsonaro (PSL) subiu do 3º para 1º lugar no ranking de visibilidade e relevância dos pré-candidatos à presidência no Twitter, na semana de 26 de abril a 3 de maio. No entanto, sua fatia no total de relevância dos pré-candidatos está ainda 20% abaixo do que era há três semanas.

Gilmar Mendes empareda Joaquim Barbosa

Em entrevista ao apresentador José Datena, veiculada na tarde deste sábado (5) pelo programa "Brasil Urgente" da TV Bandeirantes, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes afirmou que o ex-colega de corte Joaquim Barbosa (PSB) "terá imensa de dificuldade de dialogar com políticos", caso se candidate à Presidência da República.

Língua solta

"Eu vejo o ex-ministro Joaquim Barbosa com imensa de dificuldade de atuar na vida política. Ele é certamente uma pessoa capaz e com bons propósitos, mas o vejo com imensa dificuldade de dialogar com políticos", afirmou Mendes, que acrescentou que a vida política exige "flexibilidade".

Ciro Gomes solta a língua de novo

O Pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes rebateu declarações da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), e disse ter “pena” da congressista pela rejeição a uma aliança entre os partidos e por ter  afirmado de que  ele “não passa no PT nem com reza brava”.

A fala de Ciro

“Vou ter paciência, respeito e compreendo o drama do PT. E tenho pena de uma pessoa da responsabilidade da presidente nacional do PT dizer uma coisa dessas. Para se ver como é questão de dar pena, meu partido, o PDT, portanto, eu, estou apoiando quatro dos cinco dos principais candidatos a governador do PT. Minha crença é que a população brasileira não é um eleitorado de cabresto, nem meu nem de ninguém. Eu vou tocar o meu bonde”. Foram essas as palavras de Ciro à TV Folha, do jornal Folha De S. Paulo.

Páginas