Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

O que Temer quer é continuar enganando o brasileiro

por qui, 11/01/2018 - 11:59

O presidente Michel Temer classificou  de “extraordinário” o fato de a inflação oficial do país ter fechado 2017 abaixo do piso de 3% do sistema de metas. Claro que este senhor não iria perder tempo e deu a declaração em meio a uma reunião com ministros no Palácio do Planalto. Ontem , quarta dia 10, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – a inflação oficial do país fechou 2017 em 2,95%. É a primeira vez que isso acontece desde que o regime de metas foi implantado no Brasil, em 1999. As palavras de Temer foram belas. “Estamos reunidos aqui para comemorar um fato que é extraordinário, né. É algo que, pelo menos, desde 1999 não ocorria, ou seja, um índice de inflação abaixo do piso”, disse Temer, que se reuniu na tarde de ontem quarta com o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e o ministro Henrique Meirelles. Abrindo o encontro com ministros das áreas econômica e política, o presidente da República afirmou que a inflação baixa vai representar para os brasileiros "mais empregos, mais comida na mesa, mais rendimento na poupança". Claro que não devemos nos enganar, os números estão colocados mas lembremos que a corrupção no governo Temer continua a níveis altíssimos, lembremos que a economia também fez questão de se descolar da política e isso tem ajudado a este governo enganador. Cuidado com números para não entrarmos numa nova era de que tudo está bem.

O esforço do MBL

Um dos líderes das manifestações pelo impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff (PT), o Movimento Brasil Livre (MBL) protocolou uma ação popular na 4ª Vara Federal de Niterói para impedir a posse de Nelson Nahim (PSD-RJ) como deputado federal.

Ministérios e parlamento de bandidos

Condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulneráveis, Nahim é suplente da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), nomeada na semana passada pelo presidente Michel Temer para assumir o ministério do Trabalho. Se assumir a vaga, Nahim terá foro privilegiado e seu caso subirá para o Supremo Tribunal Federal (STF).] 

Isso é  Brasil

A deputada e a Advocacia-Geral da União (AGU) recorreram no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) da decisão de Primeira Instância de impedir sua posse. Até o momento, não conseguiram e, portanto, Nahim assumiu o mandato.

Ridículo

“A posse do Réu Nelson Nahim no cargo de Deputado Federal no lugar da Deputada Cristiane Brasil atenta mortalmente contra a moralidade administrativa, as instituições democráticas, a Pátria e contra o povo desta nação”, diz o texto. 

Como um país desses vai pra frente? Nunca.

Lei complementar, publicada na página do Poder Legislativo no Diário Oficial de Pernambuco de ontem, autoriza o pagamento de auxílio-saúde a promotores e procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE).

Que coisa !!

De acordo com a norma nº 381, têm direito a receber R$ 500 por mês, a partir de março deste ano, os 425 membros ativos e os 156 inativos do órgão. A lei foi aprovada pelos deputados estaduais e promulgada na última segunda-feira.

Acreditem mas é assim que funciona

Caso todos os beneficiários recebam esse auxílio, os gastos mensais do MPPE serão de R$ 290.500. Os vencimentos iniciais de um promotor no estado são de R$ 26,1 mil por mês. Os procuradores têm como base salarial R$ 30,4 mil mensais.

Comprando tudo

O presidente Michel Temer reforçará a munição do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB-MS), com até R$ 10 bilhões para a finalização de obras em redutos eleitorais de quem votar pela reforma da Previdência.

Descaradamente

Assessores presidenciais dizem que essa será uma das "armas" para pressionar o Congresso na volta do recesso. O dinheiro sairá da própria economia gerada em 2018 com a eventual aprovação das novas regras da Previdência.

Conta do governo

De acordo com o governo, cálculos da equipe econômica indicam que os gastos com benefícios que deixarão de ser feitos imediatamente após a reforma vão gerar uma sobra de R$ 10 bilhões no caixa se a mudança ocorrer ainda em fevereiro. Ainda segundo o governo, quanto mais a reforma demorar a passar, menor será essa economia gerada. Em março, ela cai para cerca de R$ 7 bilhões. Em abril, R$ 4 bilhões.

Única micareta do estado acontece neste final de semana em Afogados da Ingazeira

Neste final de semana, a cidade de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, promove mais uma edição do Carnaval fora de época, o Afogarêta. A animação ficará por conta das atrações Selva Branca, Psirico e Avine Vinny, que todas as noites serão puxadas por uma grande estrutura de trio elétrico.

Programação

Na sexta-feira (12), a banda Selva Branca da cidade de Salvador abre a primeira noite de folia. É um dos grupos baianos que tem se destacado no Axé Music. No repertório, traz grandes clássicos memoráveis do Chiclete com Banana.

Mais festa

A grande atração esperada, que estará no sábado (13) à noite da micareta, é a banda Psirico comandada pelo baiano Márcio Victor, que já fez parcerias com nomes consagrados, como Caetano Veloso, Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Marisa Monte, João Bosco e Timbalada.  Com três DVDs e cinco CDs gravados com mais 10 premiações importantes

COMENTÁRIOS dos leitores