Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

O efeito Bolsonaro e a perseguição da mídia

seg, 08/01/2018 - 09:46

O hoje oficialmente  presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), recebem dos cofres públicos R$ 6.167 por mês de auxílio-moradia mesmo tendo um imóvel em Brasília. Sempre foi assim, é assim e se não mudarmos sempre será. Este país está destruído, acabado, entregue a própria sorte e claro a própria sorte neste caso somos todos os eleitores. Voltando a família Bolsonaro, o apartamento de dois quartos (69 m²), em nome de Jair, foi comprado no fim dos anos 90, quando ele já recebia o benefício público, mas ficou pronto no início de 2000. O político recebe da Câmara o auxílio-moradia desde outubro de 1995, ininterruptamente. Eduardo, desde fevereiro de 2015, quando tomou posse em seu primeiro mandato como deputado. Ninguém quer perder a  mamata que o governo oferece, afinal as tetas da nação são enormes e sempre estão alimentando essa corja. Ao todo, pai e filho embolsaram até dezembro passado R$ 730 mil, já descontado Imposto de Renda.  Além do apartamento na capital, os políticos da família Bolsonaro tem de acordo com reportagem da Folha de São Paulo mais de 12 imóveis somente no Rio de Janeiro a maior parte adquirida nos últimos dez anos, como mostrou a  própria matéria da Folha neste domingo (7). O auxílio-moradia é pago a deputados que não ocupam apartamentos funcionais no DF. Como há mais deputados do que vagas em imóveis destinados a eles, a Câmara desembolsa para cada um desses, por mês, R$ 4.253. Este país está uma esculhambação total e tenha certeza isso não muda nunca enquanto a gente não for pras ruas, votar em políticos sérios e começar uma revolução que deve ser iniciada pelo voto.

Ainda Bolsonaro

O Livres foi primeiro grupo entre os que pregam a renovação na política a ser vítima dos tradicionais acordos de cúpula, define em 15 dias em quais partidos vai abrigar seus candidatos.

Fora

O movimento, que deixou o PSL após a entregada de Jair Bolsonaro já havia estruturado 200 núcleos pelo país.

E agora?

Paulo Gontijo, que coordena o Livres no Rio de Janeiro, diz que serão feitas consultas a todos os diretórios estaduais. A organização vai tentar respeitar os alinhamentos regionais.

Lula lá

Em comunicado à militância, dirigentes do PT disseram que o ex-presidente Lula deve mesmo acompanhar de São Paulo o julgamento no TRF-4, em Porto Alegre, que pode definir seu futuro político.

Temer apelando pra tudo

Michel Temer vai gravar participações nos programas do Sílvio Santos e do Ratinho para explicar a nova proposta de reforma da Previdência. O presidente acertou os compromissos , em um longo almoço na casa do dono do SBT, em São Paulo.

Emissora populista com Temer no ar

Durante a conversa com temer o dono do SBT  Silvio Santos , um dos maiores comunicadores do país, justificou o convite ao emedebista. “Eu não entendo o que vai ser votado”, disse. “Quero que você vá lá e me explique. Se eu entender, o povo entende.” Ta falado...

Boa notícia

A partir de amanhã , a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) inicia a operação do novo trecho de Faixa Azul na Zona Sul da cidade. Desta vez, 580 metros de corredor exclusivo serão implantados na Avenida Antônio de Goes, ampliando a extensão da Faixa Azul já existente na Avenida Conselheiro Aguiar, que contempla os bairros do Pina e Boa Viagem.

Paulo Câmara em ritmo de campanha

Caetés acompanhou ontem o lançamento do edital para a construção da Adutora Caetés-Capoeiras, feito pelo governador Paulo Câmara. A obra, que vai ampliar a oferta de água para cerca de 15 mil pessoas dos dois municípios. representa  investimentos de R$ 15,6 milhões na intervenção,  e regularizar o abastecimento das duas cidades mesmo em períodos de estiagem.

Todos em busca de votos

O deputado federal Fernando Monteiro acompanhou o governador Paulo Câmara durante o lançamento. O parlamentar foi um dos responsáveis por assegurar os recursos para que a Compesa execute a obra,  A Adutora Caetés-Capoeiras faz parte de um conjunto de dez obras que a Compesa vai realizar em 18 municípios a partir da liberação de R$ 384 milhões junto ao Governo Federal.

COMENTÁRIOS dos leitores