Edmar Lyra

Edmar Lyra

Coluna Diária

Perfil:Bacharel em Administração de Empresas e Jornalista profissional, é colunista do jornal Gazeta Nossa da Região Metropolitana do Recife e do jornal Folha do Pajeú do Sertão do Pajeú

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

João Paulo já se ambienta para voltar à Alepe

Edmar Lyrasex, 04/08/2017 - 08:53

Quem acompanha os bastidores da Assembleia Legislativa de Pernambuco já percebeu a presença constante do ex-prefeito do Recife João Paulo no buraco frio ou no plenário da Casa Joaquim Nabuco. Quase duas décadas longe do poder legislativo estadual, João Paulo chega em 2018 praticamente convicto de que não tentará voltar à Câmara dos Deputados onde exerceu um mandato que não se sentiu bem, nem conseguiu destaque nos quatro anos em Brasília.

Votos João Paulo tem de sobra tanto para ser deputado federal quanto deputado estadual, mas o que está em jogo é a liberdade que ele teria para circular pelo Recife, onde ele pretende novamente disputar a prefeitura em 2020. Além do mais, é muito mais fácil ocupar a mídia entre os 49 estaduais do que entre os 513 federais em Brasília. Aos 64 anos, João Paulo não tem mais disposição pra ficar indo e voltando toda semana para Brasília, o que seria outro fator determinante para tentar um mandato na Casa Joaquim Nabuco.

João Paulo construiu sua trajetória no PT tendo sido presidente da CUT em Pernambuco em 1988, mas há muito tempo ele não se sente ambientado no partido, pois sempre perdeu as melhores disputas para Humberto Costa, que hoje vem trabalhando pela candidatura de Marília Arraes a governadora sem ouvi-lo. Apesar de ser o principal expoente do PT no estado, João Paulo não é tratado como tal, nem mesmo pelo ex-presidente Lula que tem uma preferência clara por Humberto, eterno desafeto dele no partido.

Ao longo dos últimos anos, João Paulo construiu uma relação muito próxima com o senador Armando Monteiro, do PTB, e o deputado estadual Silvio Costa Filho, do PRB, que foi candidato a vice na sua chapa. Essa relação tem aberto especulações para que, em se confirmando a saída de João Paulo do PT, que já poderia ser imediata, uma vez que ele não possui mandato eletivo, ocorra a sua ida para um desses dois partidos. Também não estaria descartada uma composição com o governador Paulo Câmara, com quem tem uma excelente relação, mas o que está praticamente sacramentado é a tentativa de volta para a Alepe e bastante encaminhada a saída do PT, a dúvida seria quanto ao seu destino, uma vez que ele tem circulado bem junto aos dois virtuais candidatos a governador em 2018.

Quinhão - O presidente Michel Temer não tem a menor condição de manter os quatro ministérios nas mãos do PSDB. Como o partido só ofertou metade dos votos contra a denúncia, há quem defenda que o partido mantenha apenas dois ministérios. O ministério das Cidades de Bruno Araújo e a secretaria de governo de Antonio Imbassahy seriam entregues ao centrão, composto pelo PSD, PR, PP, PTB e outros partidos menores.

Violência - O vereador Marco Aurélio (PRTB), primeiro-secretário da Câmara, subiu à tribuna da Casa José Mariano para desferir uma série de críticas ao problema da segurança pública em Recife. O vereador reconheceu a importância do Compaz mas entende que o que combate a violência é polícia nas ruas e por isso cobrou a utilização dos guardas municipais na cidade para tentar coibir assaltos e homicídios na capital pernambucana.

Emendas - Apesar das críticas de que Michel Temer comprou votos através de emendas, é importante ressaltar que a liberação das emendas foi para todos os deputados, inclusive os que votaram a favor da abertura da denúncias. O PT, que votou a favor da denúncia, levou R$ 267 milhões em emendas impositivas nos últimos dois meses. Portanto é equivocado atribuir o sucesso de Temer apenas ao fato de liberar emendas.

IPVA - O deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, questionou a aplicação de multa de 100% sobre débitos do IPVA, a partir do vigésimo dia de atraso. “Recebemos no gabinete várias queixas da população denunciando essa cobrança. Não podemos aceitar um absurdo desse, que penaliza a população e o setor produtivo, num momento de crise onde todos tentam ajustar suas contas pessoas”, criticou.

RÁPIDAS

Hemobrás - A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Pernambuco realizará na próxima segunda-feira a partir das 9h30, no auditório senador Sérgio Guerra, a audiência pública “A situação da Hemobrás em Pernambuco”. Proposta pela deputada estadual Priscila Krause (DEM), a audiência tem como objetivo discutir o esvaziamento da planta fabril instalada em Goiana ao custo de mais de R$ 820 milhões.

Aproximação - Após instituir um happy hour semanal com os deputados, o governador Paulo Câmara teria sido orientado a realizar de vez em quando no Palácio do Campo das Princesas um encontro com a imprensa, dentre eles colunistas sociais e radialistas do estado. Também não está descartada a retomada da tradicional confraternização de final de ano. Quem está à frente destas articulações é o jornalista Evaldo Costa, que assumiu a comunicação do Palácio e mudou o setor da água pro vinho.

Inocente quer saber - O prefeito de São Lourenço da Mata Bruno Pereira come o peru de Natal no cargo?

COMENTÁRIOS dos leitores