Rodrigo Assad

Rodrigo Assad

Tendências em Tecnologia

Perfil: Consultor Senior, especialista em novas tecnologias e segurança.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

O fututo, do futuro profissional de tecnologia

Rodrigo Assadqui, 22/09/2011 - 08:45

Há muito tempo se vê discussões sobre a melhor formação para os profissionais de TIC. O que seria melhor: certificação, graduação, cursos tecnológicos ou especializações, MBA, mestrado, doutorado e etc? No entanto, uma abordagem mais centrada nas necessidades dos profissionais e nas tendências tecnológicas indica que o futuro profissional de TIC é um especialista-generalista. Mas o que seria isso? Observando-se as tendências tecnológicas atuais e as novas tecnologias lançadas pelas grandes empresas de TIC, observa-se que mobilidade associada à cloud computing na construção de aplicações Ubiquas e Pervasivas e algo que veio para ficar por muito tempo.

Fica claro que existe a necessidade de profissionais não apenas extremamente especializados em determinada áreas ou tecnologias, mas que além desta especialização, ele é capaz de conversar sobre outras áreas e assuntos com alguma profundidade.

Futuro Profissional

 

Analisando as palavras ubiqüidade e pervasividade, se tem a chave para o profissional de tecnologia do futuro. Escrever aplicações que sejam ubíquas e pervasivas, exige uma formação geral, conhecimentos de programação, engenharia de software, arquitetura de computadores, sistemas operacionais, protocolos de comunicação e principalmente lógica. Este último ponto, normalmente renegado quando se olha as grades de qualquer curso de formação listado anteriormente.

O profissional do futuro, é aquele que aprendeu a pensar, domina uma determinada área do conhecimento e sabe utilizar e associar os conhecimentos gerais de tecnologia para resolver seus problemas. Ele conhece a cadeia produtiva na qual esta inserido, por exemplo o ciclo de desenvolvimento de software ou operação dele sendo capar de identificar problemas relacionados a sua atividade através de uma visão sistêmica elaborada.

Acima de tudo o profissional do futuro deve saber que os processos e procedimentos estarão cada vez mais automatizados. Em resumo, um engenheiro de software deve conhecer de protocolos redes e sistemas operacionais, um administrador de sistemas que sabe programar.

COMENTÁRIOS dos leitores