Professora Betânia Fidalgo é a nova reitora da UNAMA

Professor Janguiê Diniz, fundador do Grupo Ser Educacional e ex-reitor da Universidade da Amazônia, assume o cargo de chanceler

seg, 24/09/2018 - 11:37

Emoção, homenagens, alegria e presenças ilustres foram ingredientes da cerimônia de posse da professora Betânia Fidalgo como reitora da UNAMA - Universidade da Amazônia. O evento reuniu convidados e colaboradores do Grupo Ser Educacional, no auditório David Mufarrej, campus Alcindo Cacela, em Belém, na quarta-feira (19).

Betânia Fidalgo, que iniciou os estudos na universidade aos 15 anos, na primeira turma de Pedagogia, é mestra em Educação e desenvolveu metodologia inovadora de trabalho para educação de crianças e jovens nas ilhas de Belém. Atualmente, Betânia pesquisa a questão do gênero nas organizações de educação superior.

Na cerimônia, o ex-reitor Janguiê Diniz, fundador do Grupo Ser Educacional, em agosto de 2003, empossou Betânia Fidalgo, que até então era vice-reitora, e passou a ocupar o cargo de chanceler. Em discurso, Janguiê Diniz elogiou a nova reitora. “Deixo o cargo de reitor da UNAMA em boas mãos, na certeza de que competência e determinação não faltarão para que a nossa nova reitora possa conduzir o espaço da Universidade da Amazônia pelos próximos anos”, afirmou o chanceler.

Para a reitora, o momento foi de grande importância. “Hoje, o conselho do grupo Ser, presidido pelo Dr. Janguiê, me dá a honra de ser a reitora da instituição. Nesses quatro anos eu vim trabalhando como vice-reitora, também me sentia muito honrada. É uma emoção grande, porque aos 15 anos de idade entrei como aluna do curso de Pedagogia, da primeira turma das Faculdades Integradas do Colégio Moderno, que depois deram vida à Universidade da Amazônia, junto com o Cesep. Então é uma emoção muito grande. Espero representar todos os professores, os alunos, os funcionários, a comunidade acadêmica como um todo”, disse a reitora.

 Para o esposo da reitora, e também amigo de profissão, João Cláudio Arroyo, a emoção foi muito grande. “O merecimento veio antes do cargo. Isso nos enche de orgulho, por fazermos educação juntos, há mais de 20 anos, e ser da família, ser o marido, ser a pessoa que sabe que ela é magnífica antes de todo mundo. Agora ela é oficialmente magnífica, por merecimento absoluto. Isso nos deixa felizes, orgulhosos e seguros de que a UNAMA vai continuar tendo uma construção focada em objetivos de desenvolvimento e de compromisso com a região amazônica”, disse Arroyo, que é professor de Economia na UNAMA.

Entre as autoridades, marcou presença o desembargador Milton Nobre, que elogiou a importância da cerimônia. “Esse é um dia importantíssimo. A história de que as escolas só dão saber é uma concepção ultrapassada. As escolas realmente educam, socializam e dão exemplo para a sociedade de como nós devemos viver socialmente e em paz, e é isso que o Brasil precisa”, afirmou o desembargador.

O presidente da Academia Paraense de Letras Jurídicas, Antônio José Mattos, também esteve presente na posse da reitora. “Nós viemos aqui para ver a posse da magnifica reitora Betânia Fidalgo e eu saio daqui com a certeza de que a noite foi magnífica, pelas falas da nova reitora, do chanceler Janguiê Diniz, pela nossa sempre coordenadora e professora da casa Eva Franco. Enfim, foi uma noite de fato magnífica, uma bela festa para Belém do Pará, a cidade merece isso e a UNAMA merece isso. Parabéns a todos”, disse o presidente.

Os convidados elogiaram a cerimônia. “Poucas vezes assisti a uma homenagem tão merecida a uma pessoa como a que eu presenciei hoje. A professora Betânia é um exemplo de vida, de dedicação, de persistência. Hoje é como se fosse uma das últimas páginas do livro da história de uma vencedora. Eu sou extremamente privilegiado por estar aqui porque sou amigo dela, ela sempre teve um bem-querer muito grande por mim, sempre me incentivou, sempre me prestigiou em todas as nossas iniciativas”, disse Osvaldo Serrão, advogado e professor.

Para os organizadores da cerimônia de posse, o evento foi um marco na UNAMA. “É uma felicidade enorme. Eu sou antiga aluna da universidade, há 18 anos funcionária. Hoje para mim é uma emoção muito grande até porque é a primeira vez que eu vejo esse ritual. Ao mesmo tempo, como eu participei da organização, a gente acaba tendo uma emoção misturada da responsabilidade do receio de que as coisas possam não acontecer como foi pensado. Estou muito feliz por fazer parte dessa história e só quem também pode participar sabe a emoção de sentir e participar desse momento”, disse Sabrina Favacho, coordenadora do Núcleo de Empregabilidade, Trabalho e Carreira da UNAMA.

Depois da cerimônia de posse, o professor Janguiê Diniz lançou o seu 17º livro, "Falta de educação gera corrupção", pela editora Novo Século. O prefácio é de Arnaldo Niskier, jornalista e imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Por Rosiane Rodrigues. 

COMENTÁRIOS dos leitores