Prêmio de empreendedorismo oferece até R$ 8 mil a vencedor

Voltado para questões relacionadas à sustentabilidade, Amazônia UP 2018 está com as inscrições abertas até o dia 31 de agosto

qui, 23/08/2018 - 16:12

A segunda edição do programa de empreendedorismo sustentável Amazônia UP está com as inscrições abertas. Válido a jovens empreendedores de todo o Brasil, o programa de pré-aceleração oferece até R$ 8 mil aos vencedores. A iniciativa, desenvolvida pelo Centro de Empreendedorismo da Amazônia em parceria com a Natura, irá premiar os melhores projetos de empreendedorismo sustentável com foco na Amazônia.

Além da premiação em dinheiro, os pré-selecionados e vencedores recebem até 100 horas de oficinas imersivas e mentorias com alguns dos especialistas mais renomados do Brasil, como representantes da Natura, Sol Informática e Conexsus. "Temos mentorias fixas para as áreas de negócio e sustentabilidade. São pessoas ligadas ao Centro de Empreendedorismo, Natura e apoiadores. Para as mentorias de sustentabilidade, os inscritos vão contar com a ajuda de representantes de importantes empresas, como a CONEXSUS, Fundação Amazônia Sustentável, Sol Informática, Clínica Lobo e Mendonça & Demachki Advogados Associados. Mentores específicos só serão conhecidos após a divulgação dos selecionados", detalha Raphael Medeiros, diretor executivo do Centro de Empreendedorismo da Amazônia.

 As propostas podem estar relacionadas a serviços, gastronomia, aplicativos, moda, desde que sejam articuladas com a Amazônia e possuam caráter sustentável. Podem se inscrever pessoas que estejam cursando o ensino superior ou sejam recém-formadas. Alunos de cursos técnicos de nível médio também estão aptos para a seleção, assim como participantes de associações, cooperativas e comunidades extrativistas amazônicas.

 As inscrições seguem até o dia 31 de agosto e podem ser feitas no site www.amazoniaup.org.br. Mais informações sobre o programa também podem ser obtidas no link.

Realizado em duas etapas, o Amazônia UP vai selecionar, primeiramente, 12 ideias ou protótipos de negócios. Todos os selecionados entram em uma fase de pré-aceleração, momento em que participam de oficinas, palestras, eventos e mentorias. Para os selecionados de fora de Belém, a organização do programa se compromete a custear os gastos de passagem e hospedagem.

Em seguida, no dia 13 de dezembro, os participantes apresentam seus projetos no DemoDay. Na data, os grandes vencedores são anunciados em evento que conta com a participação de convidados de todo o país, como empresários interessados em investir em iniciativas sustentáveis, assim como instituições de ensino e pesquisa e agentes de crédito e fomento.

Os selecionados no Demoday – até quatro projetos podem ser contemplados – ganham a oportunidade de desenvolver, durante quatro meses, suas ideias na prática. No período, eles recebem mentorias das instituições apoiadoras, do Centro de Empreendedorismo da Amazônia e de executivos da Natura, além de uma bolsa auxílio de R$ 2 mil por mês.

Em 2017, mais de 70 projetos foram inscritos para a seleção. Dez ideias com protótipos foram selecionadas e 33 jovens empreendedores participaram ativamente da pré-aceleração. Os grandes vencedores da edição foram as startups: Amanara (Belém), Bioforte (Capitão Poço), Farfarm (Porto Alegre) e Onisafra (Manaus).

A edição trouxe para Belém empresários como José Roberto Marinho, da Fundação Roberto Marinho (RJ); Guto Quintella (SP) - empresário de área rural e investidor; Estevão Ciavatta (RJ) - cineasta da Pindurama Filmes com produções sobre meio ambiente e Amazônia, além de ser investidor; e Juarez Simões (PA).

Da assessoria do Centro de Empreendedorismo da Amazônia.

COMENTÁRIOS dos leitores