Artigos de luxo e roupas de frio 'esquentam' negócios

Além das empresas que alugam essas peças, planos mensais que permitem o uso de óculos entraram na mira do empreendedorismo

por Juan Gouveia dom, 22/07/2018 - 10:00

Ir a um casamento, formatura ou outra ocasião especial demanda uma preparação que precisa, muitas vezes, de um aluguel de roupas. A atividade, muito comum, tem assumido novas configurações. Hoje, as lojas do segmento oferecem outros serviços: casacos, cachecóis, óculos e até artigos de luxos como bolsas. Com presença online ou física, as estratégias dos empreendedores têm conquistado muitos clientes que precisam de soluções práticas para não investir muito na compra de um produto.

A ideia de montar uma empresa que possibilite o aluguel de artigos considerados de luxo foi a estratégia desenvolvida pela empresária Bel Braga. A BoBags é um site que está no ar desde 2009 e oferece a locação de bolsas e acessórios de marcas famosas como Louis Vuitton, Chanel, Gucci, Christian Dior, Valentino.“No início, não tinha referências de empreendedorismo. Eu só tinha uma ideia e pensava que poderia isso ser um hábito. Nos anos iniciais, começou como um blog onde colocava minhas bolsas. Errei muito até chegar ao modelo atual. Ouvi os feedbacks dos clientes. Com o tempo, o momento do negócio chegou quando eu estava pronta e isso aconteceu, realmente, em 2015, quando o negócio decolou”, explica.

Foi justamente no ano de 2015, depois de uma temporada de preparação no Vale do Silício para aprimorar os conhecimentos de empreendedorismo, que Bel aplicou à empresa novos conceitos e desenvolveu o sistema próprio de aluguel virtual. “Lançamos em 2016 a plataforma. Nossa ideia é muito baseada no sentido de ter um closet na nuvem, ou seja, virtual. As clientes não precisam ter o produto. Elas podem ter acesso, usar e devolver quando não quiser mais”, pontua a empresária.

O pioneirismo no aluguel de artigos de luxo deixou a empresa com um grande acervo de produtos. Atualmente, são mais de 450 peças disponíveis de bolsas, brincos, broches, cintos, t-shirts, malas de viagens, entre outras. A previsão é de dobrar a quantidade ainda no próximo ano e ter a preocupação de oferecer produtos para o público masculino. Para ter acesso ao serviço o cliente deve fazer um cadastro no site e escolher o produto. A faixa de preço de aluguel varia entre R$ 18 a R$ 410, a depender da quantidade de dias e produto.

Seguindo as ideias de economia compartilhada, o site também oferece a possibilidade de clientes colocarem à disposição para aluguel seus produtos. Assim, o empreendimento recebe quantias quando o aluguel concretizado; de acordo com Bel, a rentabilidade varia entre 5% a 6% ao mês. A BoBags atende clientes em todo o país.

Frio e empreendedorismo

Na hora de montar a mala para viajar para países com clima frio, casacos, cachecóis, gorros e luvas são itens certos. Para quem não tem esses objetos, o jeito é comprar. Porém, quando não há dinheiro suficiente, a situação pode ficar complicada durante a viagem. Tal situação inspirou a empresária recifense Cíntia Sales, que resolveu montar a '7 Invernos', empresa especializada na locação de roupas e acessórios de frio para viagens.

“Meus amigos e parentes de Recife sempre tinham dificuldades em comprar casacos para me visitar - já que moro na França -, e ir a outros países. Visto essa necessidade, resolvi abrir uma empresa visando esse público, que precisa viajar e não quer comprar um casaco só para usar em uma temporada e guardar”, explica Cíntia. Com as dificuldades de manter um negócio a quilômetros de distância, ela conta com a ajuda do sócio Christopher Thirlaway, que participa do dia a dia na loja física, aberta em fevereiro de 2018.

No início, funcionando apenas com atendimento por agendamento, a empresa abriu a primeira loja física, em horário comercial, no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Com um estoque que ultrapassa 700 produtos, o negócio tem previsão de crescimento. O preço do aluguel das peças é entre R$ 60 a R$ 75 para casacos e ainda são oferecidos cachecóis, gorros e malas para viagem.

Por dia, são atendidos em média sete clientes. O LeiaJá foi até a '7 Invernos' conversar com Christopher e entender o o funcionamento do empreendimento. Confira o vídeo:

Óculos, um negócio visionário

Considerado um acessório indispensável em dias ensolarados, o óculos de sol pode fazer toda a diferença na montagem de um look. A experiência no mercado de óticas inspirou o empresário Jaime Espósito na criação do iGlass Club. Com uma proposta diferente, o clube de assinatura oferece mais de 400 óculos de sol de diversas marcas à disposição de membros que se filiam ao clube. “Esse tipo de acessório já é considerado um artigo de moda. Através do clube de assinatura, o cliente pode solicitar um ou mais óculos e pode ficar com ele por um prazo indeterminado”, explica Espósito.

Para participar, o interessado deve escolher entre um dos planos oferecidos, que variam de R$ 49 a R$ 199 ao mês. Com o pagamento mensal, o investimento será revertido em pontos que poderão ser trocados pelo modelo de preferência do usuário do clube. “Não somos um aluguel de óculos, oferecemos uma nova proposta de mercado. Você não precisa ter, você só precisa usar. Cada real investido é revertido em um ponto. Ao final do mês ele pode trocar os pontos pelo produto”, declara.

O empresário atribui o sucesso do empreendimento pela necessidade de atender um público que não deseja investir na compra desse tipo de produto. “Através da nossa plataforma, conhecemos nossos clientes e entendemos as necessidades de cada um, assim como suas preferências. A partir disso colocamos novos óculos à disposição”, pontua. Hoje, a empresa oferece produtos das marcas Prada, Dolce & Gabbana, Colcci, Versace, Ray Ban e Tommy Hilfiger.

O serviço atende todo o país e o produto é entregue em casa. A depender de cada plano, o membro poderá ter disponíveis até quatro óculos. Ainda de acordo com Jaime, os clientes podem acumular pontos para a compra do óculos através da plataforma online.

COMENTÁRIOS dos leitores