PE: Professores da rede privada encerram estado de greve

Categoria aceitou a pauta resultante da mesa paritária

por Juan Gouveia qui, 07/06/2018 - 15:17

Durante assembleia, na última quarta-feira (6), o Sindicato dos Professores do Estado de Pernambuco (Sinpro-PE), que representa os docentes da rede privada de ensino, decidiu aceitar a pauta resultante da mesa paritária. Com a decisão, o estado de greve, decretado desde o último dia 17, foi finalizado.

De acordo com o sindicato, com a proposta aprovada os reajustes são de "3,26% para os professores do nível 1 (Educação infantil e Fundamental I), e 2,2% para nível 2 (Fundamental II e Ensino Médio), onde a hora-aula é elevada de R$9,20 para R$9,50 e R$10,53 para R$10,76 respectivamente."

Já para aqueles que ganham acima do piso receberão o reajuste 2,2 %. Todos os índices acima do INPC (inflação) do período. Ainda está na pauta, foi garantido a manutenção de de 68 cláusulas da convenção coletiva de trabalho.

COMENTÁRIOS dos leitores