Crucifixo simboliza alerta pela paz no trânsito

Monumento inaugurado no campus da Unama Ananindeua, na rodovia BR-316, propõe reflexão e conscientização de condutores de veículos e pedestres

por Ariela Motizuki qua, 06/06/2018 - 14:29

Iniciando o projeto “Paz no Trânsito”, a Universidade da Amazônia (Unama), em parceria com órgãos públicos e instituições, inaugurou na terça-feira (5) um crucifixo com 20 metros de altura, no campus da Unama Ananindeua, na rodovia BR-316, em Belém. O monumento foi inaugurado com o objetivo de conscientizar e trazer uma reflexão sobre a violência no trânsito nas rodovias paraenses.

A inauguração do crucifixo contou com a presença de representantes da Secretaria de Saúde do Pará (Sespa), Secretaria Municipal de Transporte de Ananindeua (Semutran), Associação dos Renais Crônicos e Transplantados do Pará (ARCT-PA),  Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência e Samu Belém. O evento contou com a presença da vice-reitora da Unama, Betânia Fidalgo. “Agora virão ações educativas, as escolas poderão fazer visitação ao crucifixo e receber as palestras nos nossos auditórios de conscientização. Não à violência no trânsito, tanto como pedestre como condutor”, disse a vice-reitora.

O secretário da Semutran, Luis Samuel, explicou que um dos maiores índices de acidentes na BR-316 é causado por motocicletas, que matam milhares de pessoas por mês. O secretário afirmou que a ação da academia é de grande valia, porque desperta o olhar crítico da população.

O Detran informou que, no ano de 2016, 19.536 acidentes de trânsito foram computados no Estado. A causa mais recorrente é a falta de atenção por condutores de motos e atropelamento. Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que, de 2006 até 2016, 731 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito na rodovia BR-316.

O coordenador do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência e do Samu Belém, José Guatacara, revelou que 47% dos leitos do Hospital Metropolitano estão ocupados com vítimas de acidentes de trânsito. “Essa ação é importante pra todo mundo. Se você dirige com responsabilidade, os índices de acidentes diminuem, e assim os leitos dos hospitais também ficam vagos para as pessoas que realmente mais precisam. Atualmente, no Hospital Metropolitano, 47% dos nossos leitos são para as vítimas de acidentes de trânsito. É uma estatística muito alta”, revelou o coordenador.

  

COMENTÁRIOS dos leitores