75% dos brasileiros não têm flexibilidade no trabalho

Os dados são da pesquisa divulgada pela empresa Randstad

por Juan Gouveia ter, 05/06/2018 - 18:14
Pixabay O estudo foi realizado em 33 países, incluindo o Brasil Pixabay

Uma pesquisa desenvolvida pela Randstad, empresa da área de Recursos Humanos, aponta as preferências e realidade de trabalho dos brasileiros. A tendência de home office, modalidade de trabalho em que os contratados executam as tarefas diárias em sua residência, não é uma realidade no Brasil, mesmo sendo a preferência.

Segundo os dados, 76% dos brasileiros preferem trabalhar de casa ou de outros lugares que não o escritório, mas apenas 58% afirmam que as empresas fornecem recursos e equipamentos suficientes para que isso seja viável.

Esse contexto é um dos pontos observados na pesquisa que conclui que "o Brasil ainda não se adaptou às novas formas de trabalho". Sendo assim, 75% dos brasileiros afirmaram ainda trabalhar no formato tradicional: no escritório e no horário comercial.

Com a discussão sobre as preferências apontam uma descrença na adequação das empresas aos novos métodos, refletindo em um outro dado: 57% dos profissionais preferem trabalhar no escritório.

A pesquisa ainda indica que há uma pequena mudança na adequação nos novos modos de trabalho, os números apontam 45% dos brasileiros confiantes que a maneira de trabalhar está mudando no país. Mas na Índia, onde a estudo também foi aplicado, o índice é de 69%.

LeiaJá também

--> Cresce número de jovens abrindo negócios, diz pesquisa

--> Pesquisa aponta crescimento na educação a distância

COMENTÁRIOS dos leitores