IFPE terá cotas para pessoas com deficiência

Também existe reserva de vagas para estudantes oriundos de escolas públicas

por Lara Tôrres ter, 10/10/2017 - 12:24
Paulo Uchôa/LeiaJá Imagens/Arquivo Haverá também reserva de vagas em ampla concorrência dos cursos de vocação agrícola Paulo Uchôa/LeiaJá Imagens/Arquivo

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) divulgou informações sobre o Vestibular 2018.1 por meio de entrevista coletiva concedida na manhã desta terça-feira (10). A principal novidade é que o edital de 2018.1 é o primeiro do instituto que já é lançado com reserva de vagas para pessoas com deficiência. Anteriormente, no Vestibular de 2017.2, o edital teve que ser retificado para incluir as cotas. A seleção contará com mais de 4 mil oportunidades.

Além das pessoas com deficiência, o sistema de cotas terá vagas reservadas para estudantes oriundos de escolas públicas. Desses, há ainda as subcotas com critério de renda, distribuídas entre candidatos com renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo e entre os que têm renda maior que esse valor. Ao todo, 50% das oportunidades são direcionadas aos cotistas. 

O segundo critério de subcotas é o que se destina a candidatos auto-declarados pardos, negros ou indígenas, que também inclui as pessoas com deficiência. Entre as vagas de ampla concorrência, há ainda a reserva de 25% das oportunidades de cursos com vocação agrícola para candidatos que sejam filhos de agricultores ou residam na zona rural. Os candidatos com deficiência física, intelectual ou sensorial podem solicitar atendimento especial, apresentando o requerimento que se encontra no manual do candidato e apresentá-lo junto com o laudo médico que comprove a deficiência até o dia 6 de novembro. Além disso, todo o manual do candidato divulgado pelo IFPE foi elaborado em Libras.

Para o Vestibular 2018.1, os candidatos terão que pagar uma taxa de R$ 55 para cursos superiores e R$ 30 para os cursos técnicos, não havendo cobrança para a modalidade destinada ao Programa de Educação de Jovens e Adultos (Proeja). Têm direito à isenção da taxa de inscrição os candidatos que são egressos do sistema público de ensino ou foram bolsistas integrais em escolas particulares e os que têm renda familiar per capita de até 1,5 salários mínimos. 

Também podem solicitar a isenção candidatas que tenham participado do Mulheres Mil, que é um programa do IFPE voltado à formação profissional continuada de mulheres, e alunos que foram do PROIFPE, que é um programa que visa o acesso, permanência e êxito de estudantes ao instituto. A isenção deve ser solicitada a partir da próxima segunda-feira (16) até a próxima quinta-feira (19).

LeiaJá também

--> Novo vestibular do IFPE oferece mais de 4 mil vagas

COMENTÁRIOS dos leitores