IBGE prorroga inscrições para processo seletivo

por Iluska Cavalcante qua, 24/05/2017 - 12:36
Divulgação / IBGE Paraíba IBGE prorroga inscrição de processo seletivo Divulgação / IBGE Paraíba

As inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para trabalhar na coleta de dados do Censo Agropecuário 2017, que terminariam ontem,  foram prorrogadas para até às 12h desta sexta-feira (26), pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Ao todo são quase 25 mil vagas distribuídas em cerca de 4 mil municípios. Na Paraíba, há 506 vagas para três funções, sendo duas de nível médio e uma de nível fundamental. Os salários são de R$1.600 para Agente Censitário Supervisor (ACS) e R$ 1.900 para Agente Censitário Municipal (ACM).

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, através do site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), onde também será possível encontrar a distribuição das vagas. A taxa é de R$ 36,50 para nível médio e R$ 22,50 para nível fundamental.

Ao se inscrever, o candidato deverá optar por uma função e indicar o município onde deseja concorrer. A seleção será feita por meio de uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Os conteúdos podem ser encontrados no edital.

A jornada de trabalho será de 40 horas semanais para os agentes censitários municipais e supervisores. Além das remunerações mensais específicas, esses funcionários terão direito a auxílio alimentação, férias e 13º salário proporcionais.

Já os recenseadores terão jornadas flexíveis e serão remunerados de acordo com a produção segundo a região em que estiverem atuando e o número de estabelecimentos recenseados. Dependendo da região e da produtividade, a remuneração média por cada setor censitário concluído pode chegar a R$ 2.600.

As operações terão início em 1º de outubro de 2017. Para os cargos de agente censitário municipal e agente censitário supervisor, o contrato tem duração de 7 meses. Já para a função de recenseador, a previsão é de uma duração de 5 meses. Os resultados do Censo Agro 2017 devem começar a serem divulgados pelo IBGE em 2018.

Com contribuição da assessoria do IBGE

COMENTÁRIOS dos leitores