Acaba greve dos professores das escolas estaduais de PE

Já os professores das escolas municipais do Recife resolveram continuar a paralisação

por Nathan Santos seg, 20/03/2017 - 19:14
Divulgação/Sintepe Sintepe organizou coletiva nesta segunda-feira (20) Divulgação/Sintepe

Professores das escolas estaduais de Pernambuco suspenderam a greve em protesto contra a reforma da Previdência. A decisão foi tomada após assembleia realizada pela categoria, na tarde desta segunda-feira (20), no Teatro Boa Vista, área central do Recife.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), Fernando Melo, como a luta contra a reforma da Previdência é uma pauta geral, que abraça trabalhadores do todo o Brasil, os docentes pernambucanos resolveram suspender a paralisação e aguardar outras recomendações das centrais sindicais nacionais. Além disso, a pauta local, que cobra reajuste salarial ao Governo de Pernambuco, já está nas mãos da gestão estadual, porém dentro do prazo para resposta.

“Entregamos uma pauta de reivindicações para o Governo no dia 8 de março e considerando a tradição de respostas dentro do prazo de 30 dias, o Governo ainda está dentro do período”, explicou o presidente do Sintepe. Entre as reivindicações locais está o pedido de reajuste salarial de 7,64%, que proporcionaria uma remuneração de R$ 2.298,80 mensais.

Já pelo lado da Rede Municipal de Ensino do Recife, a paralisação continua firme e forte. Por meio das redes sociais, o Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial do Recife (Simpere) informou que a categoria continua parada em protesto contra a reforma da Previdência. Uma nova assembleia está prevista para a próxima quarta-feira (22), quando serão analisados novos pontos de debates. 

COMENTÁRIOS dos leitores