UFPE defende Estado Democrático de Direito

Conselho Universitário da instituição divulgou um posicionamento sobre o momento político brasileiro

por Nathan Santos seg, 04/04/2016 - 17:47

Assim como o IFPE e a Universidade de Pernambuco (UPE), outra instituição de ensino resolveu se posicionar no que diz respeito aos acontecimentos políticos do País. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulgou, nesta segunda-feira (4), uma nota em “defesa intransigente do Estado Democrático de Direito, conclamando os poderes constituídos, as instituições e a sociedade em geral para agirem de forma equilibrada neste grave momento que o País atravessa, sempre respeitando os princípios constitucionais, mantendo-se a busca pelo diálogo e o debate de ideias em torno da democracia”.

A nota assinada pelo Conselho reforça o respeito aos princípios da Constituição Federal de 1988 e a defesa do Estado Democrático de Direito. “A preservação dessas conquistas passa, necessariamente, pelo combate à corrupção, que deve ser investigada e punida dentro dos limites constitucionais consagrados, respeitando-se os direitos individuais e coletivos”, consta na nota da UFPE. A seguir, veja a nota na íntegra:

O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO, reunido extraordinariamente em 4 de abril de 2016, considerando a conjuntura política do País e a responsabilidade da UFPE – quanto ao seu papel na construção e divulgação do saber científico, tecnológico, cultural e humanista, observados os princípios da ética, da cidadania e da justiça social –, não pode deixar de se pronunciar sobre os acontecimentos que vêm ocorrendo na sociedade brasileira.

O respeito aos princípios da Constituição Federal de 1988 e a defesa do Estado Democrático de Direito são conquistas relevantes do nosso País. A preservação dessas conquistas passa, necessariamente, pelo combate à corrupção, que deve ser investigada e punida dentro dos limites constitucionais consagrados, respeitando-se os direitos individuais e coletivos.

Assim, o Conselho Universitário da UFPE manifesta-se em defesa intransigente do Estado Democrático de Direito, conclamando os poderes constituídos, as instituições e a sociedade em geral para agirem de forma equilibrada neste grave momento que o País atravessa, sempre respeitando os princípios constitucionais, mantendo-se a busca pelo diálogo e o debate de ideias em torno da democracia.

 

  

COMENTÁRIOS dos leitores